Terça-feira, 12 de novembro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Baixa cobertura vacinal é responsável pela volta de doenças já erradicadas no Brasil

Publicado em 08/04/2019 às 15:23

No Dia Mundial da Saúde, celebrado ontem (07), o Ministério da Saúde (MS) fez um alerta sobre a importância da vacinação e imunização para evitar a volta de doenças já erradicadas no mundo. O tema escolhido pelo País neste ano, se deve ao registro de baixas coberturas vacinais que permitiram o reaparecimento de doenças que já estavam eliminadas em território nacional, como o sarampo.

O atual governo iniciou a gestão com taxas de imunização baixas, incluindo contra o sarampo. A vacinação contra o sarampo, por exemplo, atingiu um pico em 2003, mas, no geral, vêm caindo ano a ano, até chegarem próximo a 80% no ano passado, patamar longe da meta de, no mínimo, 95%. Por isso, pela primeira vez, o Governo Federal estabeleceu a vigilância e vacinação como meta prioritária de governo.

No Dia Mundial da Saúde, o MS também ressalta que todas as vacinas distribuídas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) são seguras. Elas passam desde o processo de produção por avaliação de qualidade e segurança. Além disso, por validação e aprovação de instituto reguladores e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Farmácias, laboratórios e outros estabelecimentos de saúde que querem adotar o serviço de vacinação precisam ficar atentas às determinações da resolução (RDC) nº 197/2017, da Anvisa, que define os requisitos mínimos para o funcionamento destes serviços. Quanto à estrutura física todo estabelecimento de saúde deve conter: uma área de recepção, sanitário e sala de vacinação que deve ter pia, bancada, mesa, cadeira e uma caixa térmica de fácil higienização. Essa caixa térmica precisa garantir a temperatura ideal, além de ter um equipamento de refrigeração exclusivo para esta finalidade.

 

O Dia Mundial da Saúde no mundo

O tema escolhido pela Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), para a campanha do dia Mundial da Saúde de 2019 foi “Saúde para todas e todos. Em todos os lugares”.

Os organismos internacionais chamam a atenção para a importância da saúde universal – que significa garantir que todas as pessoas e comunidades tenham acesso aos serviços de saúde sem qualquer forma de preconceito e sem sofrerem dificuldades financeiras.

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio