Segunda-feira, 25 de outubro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Os sintomas apresentados foram febre, desconforto respiratório, coriza e dor de cabeça

Foto: Divulgação

Confirmado caso de uma criança com H1N2 no Paraná

Publicado em 22/12/2020 às 10:00

Em ação conjunta e seguindo os fluxos da vigilância da Influenza do Ministério da Saúde, o Laboratório de Vírus Respiratórios e Sarampo da Fiocruz/RJ e a Secretaria da Saúde do Paraná detectaram um caso de H1N2, subtipo do vírus Influenza A, em uma criança de 4 anos, residente na zona rural no município de Rebouças (PR). Trata-se do terceiro caso já registrado no Brasil. 

Os sintomas apresentados foram febre, desconforto respiratório, coriza e dor de cabeça, mas a criança está bem e segue monitorada em casa. Foi coletada amostra para pesquisa de vírus respiratório, avaliada como Influenza A não subtipado pelo Laboratório Central do Estado. Em seguida, a amostra foi enviada para o Laboratório de Referência Nacional, da IOC-Fiocruz do Rio de Janeiro, que fez o sequenciamento do genoma viral completo e determinação do subtipo H1N2. 

O Ministério da Saúde comunicou à Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), seguindo os fluxos do Regulamento Sanitário Internacional (RSI). Neste momento, equipes técnicas da Vigilância Epidemiológica do PR, Laboratório Central do Estado, Ministério da Saúde, Ministério da Agricultura e Fiocruz articulam ações de investigação e controle do caso. 

Uma equipe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Saúde do Paraná esteve, durante esta semana, em Rebouças, realizando a análise retrospectiva do caso, coleta de novos materiais e pesquisa junto à rede de contatos da família da criança, com apoio da Secretária Municipal de Saúde de Rebouças e da 4ª. Regional de Saúde de Irati. 

H1N2 

O vírus H1N2 é um subtipo do vírus Influenza A e, neste momento, a equipe do Laboratório da Fiocruz está desenvolvendo a análise filogenética do vírus, para futuras respostas ao caso. Até o momento, não foi confirmada a transmissão entre humanos da influenza H1N2 no Brasil. Todos os três casos que já foram confirmados no país (o primeiro em 2015 e o segundo em maio de 2020) residiam em áreas rurais e tiveram contato com porcos. Os dois casos anteriores evoluíram para cura e também tiveram apenas sintomas leves. 

O Ministério da Saúde está apoiando todas as ações do Paraná frente ao caso. Importante ressaltar que a pasta desenvolve ações de prevenção e controle da Influenza - disponibilizando tratamento, diagnóstico e informações epidemiológicas, além da estratégia de campanha de vacinação anual e do apoio técnico à rede de vigilância da influenza nas unidades federadas.

Fonte: Ministério da Saúde
 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio