Terça-feira, 20 de outubro de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Ele é rico em vitaminas, proteínas e minerais, além de ser o campeão em cálcio

Foto: Divulgação

O leite faz bem para a saúde?

Publicado em 23/07/2020 às 08:00

O leite faz parte da dieta humana há milhares de anos. No entanto, apesar de ser um dos alimentos mais completos que existem há muitos mitos em torno dele. Por exemplo, muito se fala nos dias de hoje em intolerância à lactose, mitos relativos ao leite de caixinha, entre outros. Portanto, vejamos alguns fatos e mitos sobre o esse alimento, segundo a Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN).

Leite de caixinha e nutrição
Os leites encontrados nos supermercados variam de acordo com o processamento e o teor de gordura. A maior parte deles é ultrapasteurizado. Em outras palavras, leite de caixinha. Esse processo consiste na elevação do produto a uma alta temperatura e depois a um resfriamento rápido. Isso faz com que todos os microorganismos morram, afastando o risco de contaminação. No entanto, esse processo não impacta seu valor nutricional.

Validade
Esse processo garante a qualidade por até seis meses, sem a necessidade de conservantes ou de refrigeração enquanto fechado. No entanto, os leites pasteurizados, que são elevados a temperaturas mais baixas, precisam ficar na geladeira mesmo fechados.

Leite de vaca puro
O leite cru, que não passou por nenhum processo, não pode ser vendido ao consumidor final. Porque o risco de contaminação é alto. Portanto, até mesmo o orgânico precisa passar por um dos processos acima para ser consumido com segurança.

Qualidade
Todos passam por inspeção das autoridades sanitárias. E passam por testes para confirmar a ausência de antibióticos e pesticidas. Portanto, se estiver fora dos padrões de qualidade, não podem ser vendidos .

Variedade
Há vários tipos no mercado. Sem lactose, enriquecido, sem ou com menos gordura, fermentado, em pó, etc. Não há um melhor que outro. Eles apenas se ajustam à demanda do consumidor.

Intolerância
Se você acha que tem intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite, procure um especialista. Esses males não são tão comuns quanto as pessoas costumam pensar. Ainda assim, mesmo quem tem intolerância, por exemplo, pode ingerir pequenas quantidades de queijo, iogurte e até leite.

Benefícios
Ele é rico em vitaminas, proteínas e minerais, além de ser o campeão em cálcio. Por exemplo, a quantidade de cálcio em um copo equivale a seis xícaras e meia de espinafre. Evidências científicas mostram que quem toma leite e seus derivados pode ter menos chances de desenvolver diversas doenças. Entre elas, diabetes tipo 2, doença do coração, obesidade e osteoporose.

Malefícios
Ao contrário do que muitos pensam, ele não está associado a doenças como a asma, muco, acne. Tampouco com puberdade precoce.

Hidratação
Por conter muita água, especialistas o recomendam para hidratação em alguns casos.

Faz mal beber muito leite?
A alimentação humana é bastante complexa. Sendo assim, ela não é definida pela inclusão ou exclusão de um só alimento. Pois nenhum alimento isoladamente pode fornecer todos os nutrientes essenciais. Assim, segundo a SBAN, alimentos ricos em nutrientes como leite e derivados são fundamentais para padrões alimentares saudáveis. Portanto, uma alimentação saudável deve ser sempre equilibrada.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio