Terça-feira, 5 de julho de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Um passo à frente: a Pandemia pelo Covid-19

Publicado em 07/06/2022 às 10:20 por Editoria Movimento Saúde

Vivemos um tempo que requer de nós: atenção. Sim, o momento é propicio para que o caos se instale. Com o término do ciclo pandêmico e o afrouxamento das medidas para conter a disseminação do vírus o cenário de tranquilidade pode se inverter facilmente. Com a entrada do inverno e os casos de influenza e outras doenças respiratórias surgindo devido aos locais fechados, aglomeração de pessoas e com isso o aumento da transmissibilidade o mesmo ciclo pode ocorrer com o Covid-19, Tedros Adhanom Ghebreyesus diretor da OMS já afirmou que há tendências preocupantes direcionada as Américas devido o aumento de mortes, em entrevista ainda afirmou que os casos de mortes diminuíram, mas que "A pandemia da covid-19 não terminou".

No Brasil, segundo o consórcio de veículos de imprensa a média móvel de casos conhecidos de covid-19 ficou em 31.048, no dia 6 de junho e chegou ao oitavo dia em tendência de alta, indicando um índice de 112% em relação a 14 dias atrás, desta forma demonstrando um cenário de estabilidade, o Sul, com 69% como no país segue a tendência de alta móvel de casos, o Brasil já soma 667.056 e no Paraná são 43.162 mil mortes pela doença, segundo a análise do ITpS (Instituto Todos pela Saúde), tendo como base 255.426 testes realizados em laboratórios privados Dasa, DB Molecular e HLGyn, no período de 1º de fevereiro a 28 de maio demonstra um aumento na positividade de testes para covid-19 em 163%.

Ainda mais preocupante é o coronavírus estar por trás da maioria das internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nas unidades hospitalares o que demonstra o Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), sendo o vírus do covid-19 ser motivo de 59,6% das hospitalizações por infecções nas vias aéreas O momento é de cautela, devemos retornar aos cuidados devido ao cenário atual, fica claro os motivos que explicam essa mudança, o abandono de praticamente todas as medidas preventivas afeta o percurso da doença, expondo os vulneráveis de forma mais ativa.

 Dicas simples podem ajudar a regular o cenário sendo: Mantenha a vacinação em dia, use máscara em ambientes fechados, fique atento aos sintomas e procure um serviço de saúde o quanto antes, assim você poderá fazer o teste e seguir em isolamento se necessário evitando disseminar o vírus. Tomar esses cuidados e se utilizar do auto isolamento evita a criação de novas cadeias de transmissão do coronavírus na comunidade, casa e grupo social.

 

Flávio Silva Posseti, Farmacêutico Bioquimico, Especilista em Gestão de Saúde/UEM, Mestrando em Desenvolvimento Comunitário/UNICENTRO.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio