Sábado, 17 de agosto de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele

A extensa experiência de 16 anos como cirurgião-dentista em clínica particular, em odontologia hospitalar e na docência também pesou na escolha do MEC. O professor é egresso da Unipar

Foto: Divulgação

Professor da Unipar está entre os sete do Brasil na comissão de avaliação do Enade

Publicado em 16/04/2019 às 11:28

O coordenador do curso de Odontologia da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Francisco Beltrão, Fabrício Abel Paganini, está comemorando uma grande conquista: ele foi designado para compor a Comissão Assessora de Área de Odontologia no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). 

Formada por apenas sete professores do Brasil, a Comissão é responsável pela definição das diretrizes da avaliação do Exame e elaboração das matrizes de prova. O convite veio do Ministério da Educação e, segundo acredita Paganini, se deve ao bom conceito da Unipar, do curso de Odontologia da Unipar e de seu currículo. 

“Para tal decisão, o MEC avalia o trabalho desenvolvido e os resultados obtidos nas avaliações do curso mais recentes, englobando gestão, corpo docente, conceito dos alunos no Enade e a organização didático-pedagógica”, esclarece. 

Pelo seu entendimento, ele chamou a atenção da equipe do MEC também pela destacada participação na última Reunião Anual da Abeno (Associação Brasileira de Ensino Odontológico), 53ª edição, realizada em Brasília. Na ocasião, Paganini apresentou o trabalho científico ‘Integração Ensino-Serviço: Cenários de práticas dos estágios supervisionados no SUS’, o qual arrematou uma das três Menções Honrosas concedidas pela Reunião. 

“Aguardado sempre com muita expectativa, o evento da Abeno firma-se como o momento mais importante de integração das Instituições de Ensino Superior públicas e privadas do País com o Ministério da Educação e o Conselho Federal de Odontologia e nós nos destacamos”, comemora o professor, que é mestre em cirurgia bucomaxilofacial. 

A extensa experiência de 16 anos como cirurgião-dentista em clínica particular, em odontologia hospitalar e na docência também pesou na escolha do MEC. O professor é egresso da Unipar: formou-se em 2001 pela Unidade de Umuarama e, atualmente, também coordena a pós-graduação em Cirurgia e Implantodontia, em Beltrão. 

Paganini conta que a nomeação foi uma ótima surpresa: “Acredito que os resultados chegam de acordo com a sua dedicação; poder contribuir para o desenvolvimento do ensino odontológico e da nossa profissão, sendo escolhido entre milhares de outros colegas competentes, é muito gratificante”, diz, ressaltando que a Unipar, com sua estrutura de excelência, tem um grande papel nessa conquista. “O reconhecimento, a nova função e a responsabilidade assumida tornaram-se possíveis graças ao trabalho conjunto da nossa equipe docente, à dedicação dos alunos no curso e à confiança e apoio que a Direção e a Reitoria proporciona”.  

Odontologia no SUS

O trabalho apresentado em Brasília pelo professor Fabrício Paganini relata a vivência e o resultado de um conjunto de atividades desenvolvidas pelo curso de Odontologia, contemplando milhares de usuários do SUS. “Acreditamos que o estudo ganhou notoriedade pelo viés social que incute”, diz, informando que foi elaborado em parceria com os professores Flávia Ruiz Barbosa Paganini, Janes Francio Pissaia e Josiane Francio Pissaia. No total, no evento em Brasília foram apresentados 173 trabalhos.

 

Fabrício Paganini com diretores da Abeno, exibindo Menção Honrosa: o professor da Unipar participa da Comissão nacional com outros seis selecionados

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio