Terça-feira, 23 de abril de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele

O psicólogo pode ajudar no tratamento da fibromialgia tanto na aderência ao tratamento médico, como no trabalho junto à depressão, ansiedade e situações traumáticas que podem ter originado o quadro.

Foto: Divulgação

A Importância da Psicoterapia no tratamento da Fibromialgia

Publicado em 29/03/2019 às 16:37 por Rosi Rodrigues

Pode estar acompanhada de fadiga, tontura, dor de cabeça, acordar cansada apesar de ter dormido a noite toda, dificuldades de manter o foco, falta de memória, ansiedade, depressão.

Costuma ser muito dolorido quando alguém toca ou comprime pontos do corpo.

É uma dor sem lesão, e por não isso algumas pessoas não acreditam na dor do portador de fibromialgia, mas é uma dor real. Costuma aparecer depois de graves situações de ordem física ou emocional, sendo que fatores também de ordem física ou emocional pode piorar a dor, como por exemplo alguma infecção ou trauma emocional.

É como se o cérebro da pessoa com fibromialgia interpretasse de forma exagerada os estímulos.

Mas comum em mulheres entre 30 a 55 anos, mas também é possível surgir em outras idades e em homens.

A reação à dor nota-se na presença de depressão, afastamento social, alteração do sono e cansaço.

ANSIEDADE, DEPRESSÃO NA FIBROMIALGIA

Depressão e ansiedade pode formar um círculo vicioso onde um influencia negativamente no outro.

A fibromialgia pode piorar quando a pessoa fica deprimida, pois o cérebro sobre influência das emoções na interpretação da dor. E sendo assim, alegria e felicidade podem diminuir o desconforto da dor.

O psicólogo pode ajudar no tratamento da fibromialgia tanto na aderência ao tratamento médico, sempre necessário, como no trabalho junto à depressão, ansiedade e situações traumáticas que podem ter originado o quadro.

PSICÓLOGO NO TRATAMENTO PARA FIBROMIALGIA

A psicoterapia pode oferecer ênfase aos pensamentos e à forma como este interpreta os estímulos externos, tendo como objetivo ajudar o paciente a aprender novas formas de lidar no ambiente de forma a promover mudanças necessárias. Na Fibromialgia, a psicoterapia poderia auxiliar o paciente a entender e interpretar melhor suas atitudes frente à dor e demais sintomas da Fibromialgia para enfrentá-los de forma mais eficaz.

Referência: Sociedade Brasileira de Reumatologia – Cartilha para pacientes. Criação e desenvolvimento: Comissão da dor, fibromialgia e outras síndromes dolorosas de partes moveis

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio