Terça-feira, 22 de janeiro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

O programa Bairro Saudável será retomado neste início de ano.

Foto: Divulgação

Limpeza:Prefeitura fará mutirões nos bairros de Umuarama

Publicado em 09/01/2019 às 11:16 por Rosi Rodrigues

O programa Bairro Saudável será retomado neste início de ano, para auxiliar a população a destinar corretamente móveis velhos, eletrônicos, utensílios domésticos e resíduos que possam acumular água e desta forma favorecer a reprodução do mosquito da dengue.

A ação é preventiva, uma vez que a cidade não conta com casos da doença, embora alguns bairros estejam com alta infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti – responsável pela transmissão da dengue e também da febre chikungunya e do zica vírus.

“Recebemos quase todos os dias reclamações por causa do lixo descartado irregularmente em vários pontos da cidade. No passado, o Bairro Saudável percorreu todos os bairros e coletou mais de 520 toneladas de lixo, mas ainda hoje vemos pessoas jogando resíduos nas vias públicas”, lamentou o prefeito Celso Pozzobom.

Pozzobom recomendou que as secretarias envolvidas busquem o apoio da comunidade, de associações e entidades organizadas para que os resultados sejam efetivos. 

Jogar lixo atenta contra o código de posturas do município e é passível de multa. “Neste ano, o Bairro Saudável terá a integração das equipes de agentes comunitários de saúde, de combate a endemias, fiscais do Código de Postura, comitê de combate à dengue, servidores da área de Serviços Públicos, da diretoria do Meio Ambiente e de entidades parceiras”, explicou a secretária municipal de Comunicação, Letícia Macedo D’Ávila Correa, que coordena a organização e divulgação do programa.

Esta edição terá vistorias em terrenos baldios – e notificação dos proprietários em caso de mato alto ou lixo acumulado –, conscientização da população sobre a dengue (cuidados com o quintal e sensibilização para o Projeto Orquídeas), escorpiões, depósitos de entulho, separação e destinação do lixo reciclável e coleta de lixo eletrônico, além de palestras em escolas, associações de moradores e salões paroquiais.

“Vamos buscar todo o apoio possível na divulgação, para que os objetivos do programa sejam entendidos e atendidos com o envolvimento da população”, completou Letícia D'Avila

A previsão de início do Bairro Saudável é janeiro e a ordem de atendimento dos bairros será definida conforme os resultados do próximo Levantamento de Índice Rápido para Infestação do Aedes aegypti (Liraa), que será divulgado por volta do próximo dia 15.

Serão 18 etapas, atendendo todas as regiões da cidade e também os distritos de Lovat, Serra dos Dourados e Santa Eliza. 

Fonte: O Bendito

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio