Quarta-feira, 14 de novembro de 2018

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

Gestantes de Umuarama são preparadas para cuidados necessários ao bebê

Publicado em 10/02/2018 às 14:23 por Rosi Rodrigues

O grupo de gestantes que fazem acompanhamento da gravidez na Unidade Básica de Saúde – Posto Central –, ao do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amerios (Cisa-Amerios), reúne-se mensalmente para receber orientações, aconselhamento e adquirir conhecimentos sobre temas diferenciados. A ideia é abordar assuntos relacionados à rotina da gravidez, preparando as gestantes para o nascimento do bebê e os cuidados que ambos devem ter, além de uma atenção especial também às puérperas.

Nesta semana, o grupo foi reunido pela coordenadora local do programa, a enfermeira Juliana Nunes Fernandes, para discutir os cuidados básicos com o recém-nascido, entre os quais a atenção ao coto umbilical, icterícia neonatal, problemas de pele, banho, cólicas comuns nesta fase da criança, regurgitação e técnicas de desengasgo.

“Além disso, conversamos com as futuras mamães sobre cuidados com a mama no puerpério, em casos de ingurgitação mamária, rachaduras e pega incorreta”, acrescentou a enfermeira, que conta com uma equipe treinada para realizar esse trabalho.

A coordenadora do programa na Secretaria Municipal da Saúde, Viviane Herrera, disse que esse acompanhamento mensal através das reuniões é realizado na maioria das UBS do município. Umuarama conta com aproximadamente 600 gestantes, das quais 50 são atendidas no Posto Central.

“As gestantes devem perguntar no posto de saúde mais próximo quando e onde são realizadas as reuniões mensais, caso queiram participar. É importante comparecer aos encontros, que contam sempre com profissionais levando orientações importantes para este momento tão especial na vida das mulheres”, convida.

A secretária da Saúde, Cecília Cividini, reforça que o conhecimento dá mais segurança para lidar com a gravidez e o recém-nascido, principalmente para as mamães de “primeira viagem”. “Além das palestras, dos treinamentos e da conscientização, as futuras mamães e também as que já tiveram bebê podem trocar ideias, compartilhar conhecimentos, experiências e passar momentos agradáveis com pessoas que experimentam a mesma situação de vida”, orienta. “Sem falar que a prevenção é o melhor tratamento para a saúde”, completou a secretária.

 

Fonte: Tiago Boeing/ PMU

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio