Terça-feira, 9 de agosto de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Dra. Aruana Legnani Mohr é médica hematologista.

Manchas roxas pelo corpo podem ser sinal de doenças graves. Fique atento.

Publicado em 28/01/2022 às 09:40 por Editoria Movimento Saúde

Quem nunca bateu a perna em algum móvel da casa ou passou sem prestar atenção e acabou batendo o braço na maçaneta da porta. Na hora não percebemos nada além da dor, mas depois de um tempo as manchas roxas aparecem. Isso é muito comum. “O problema é quando elas aparecem espontaneamente, sem a ocorrência de uma lesão externa”, alerta a médica hematologista Dra. Aruana Legnani Mohr (CRM 31164 – RQE 20051). 

As manchas roxas na pele são chamadas de equimoses e ocorrem devido ao extravasamento de sangue na pele causado pelo rompimento de pequenos vasos sanguíneos.  

 “Quando batemos os vasos sanguíneos se rompem. Como não há corte na pele o sangue não escapa, mas vaza internamente. Esse é o extravasamento que causa os roxos na pele”, esclarece a especialista.  

 A médica explica que nem sempre as manchas significam doenças ou problemas no sangue, mas que é preciso estar alerta para qualquer sinal de anormalidade. “Elas podem ser causadas por traumas/batidas ou podem surgir espontaneamente devido a uma fragilidade do vaso sanguíneo. Em outros casos, podem aparecer devido alteração das plaquetas ou da coagulação do sangue”.  

Manchas que surgem do nada requerem atenção. “Doenças como leucemia, cirrose e outras alterações do fígado podem provocar manchas desse tipo. Vale ressaltar que essas manchas também aparecem em locais praticamente impossíveis de bater, como peito e ombros”, afirma a especialista.  

  

Possíveis causas  

- Herança genética 

- Alterações hormonais próprias do ciclo menstrual da mulher ou por ingestão de hormônios; 

- Falta de algumas vitaminas, como vitamina C, que ajuda na formação do colágeno; 

- Fatores emocionais - chamada púrpura da melancolia - estresse, tristeza, ansiedade; 

- Idade avançada - chamada de púrpura senil. 

Fique atento. As equimoses costumam desaparecer espontaneamente em até 15 dias, sem necessidade de tratamento. Algumas pomadas podem ser utilizadas para diminuir o tempo da mancha. “Quando as manchas demoram mais que esse tempo ou aparecem sem causa aparente e repetidamente, o melhor é procurar orientação médica. Inicialmente, um exame de hemograma pode diagnosticar alterações nas plaquetas, glóbulos vermelhos ou brancos. Se necessário, são solicitados exames complementares. O ideal é não negligenciar os sintomas”, alerta a Dra. Aruana.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio