Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Proposta foi encaminhada ao MS

Paraná propõe rastreamento de contatos próximos de pessoas positivadas para covid-19

Publicado em 18/06/2021 às 08:37 por Editoria Movimento Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde apresentou nesta quinta-feira (17) ao Ministério da Saúde a estratégia de rastreio e monitoramento de contatos adotada pelo Paraná com o objetivo de identificar casos da Covid-19. A estratégia compreende para cada caso confirmado o rastreamento de contatos próximos, monitoramento e medidas corretas de isolamento.

O convite para a apresentação partiu da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações, por meio da Câmara Técnica de Vigilância Epidemiológica, Influenza e outros Vírus Respiratórios do Ministério. 

“Desde agosto do ano passado a Secretaria da Saúde vem desenvolvendo e aprimorando a estratégia de rastreio e monitoramento de contatos, visando ampliar as possibilidades de identificação de casos confirmados de Covid-19 junto às 22 Regiões de Saúde e seus municípios”, informa o secretário Beto Preto. “O trabalho é complexo, mas nossos esforços estão voltados para o enfrentamento e contenção da pandemia”.

O evento foi virtual e contou com a participação de equipes técnicas da Vigilância Epidemiológica e Atenção Primária e o Núcleo de Informática da Secretaria da Saúde.

O projeto apresentado vem sendo realizado em parceria com a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) com a finalidade de reduzir o risco de transmissão da Covid-19. Na atual etapa, o projeto prioriza 31 municípios, que são as cidade-sedes da Regionais de Saúde, além do Litoral e quatro das regiões de fronteira do Estado.

“Estamos em contato permanente com os colaboradores designados pela Opas, elaboramos um instrutivo com o passo a passo das atividades compreendidas na estratégia, enviamos testes rápidos por antígeno, além de oxímetros para este trabalho, que compreende para cada caso confirmado o rastreamento de contatos próximos, monitoramento e medidas corretas de isolamento”, explicou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria, Maria Goretti David Lopes.

“Nosso ciclo de trabalho compreende a identificação e monitoramento e isolamento de contatos próximos de casos confirmados de Covid-19, identificar possíveis casos em indivíduos assintomáticos e interromper as cadeias de transmissão, de forma a diminuir o surgimento de casos novos da Covid-19”, complementou.

DIFERENCIAIS – Entre os diferencias da estratégia desenvolvida pelo Paraná está a inclusão imediata da rede de contatos do caso confirmado no Sistema Notifica Covid-19, ferramenta de dados criada pela própria Secretaria da Saúde.

“Então, ao mesmo tempo que confirmamos o caso, já desencadeamos novas investigações e adoções imediatas de medidas de isolamento para evitar a transmissibilidade da doença”, destacou Maria Goretti.

Uma vez identificados, os contatos são monitorados diariamente quanto ao aparecimento de sintomas da Covid-19 por um período de até 14 dias após a data do último contato com o caso suspeito ou confirmado para Covid-19, permanecendo em quarentena por um período de 10 dias após o último contato, se assintomático.

IMPORTÂNCIA – Segundo a diretora, o monitoramento dos contatos é fundamental para a contenção dos casos. “Nossos dados confirmam que 20% dos casos monitorados são assintomáticos, ou seja, as pessoas estavam com a doença e transmitindo o vírus sem ter sintomas”, disse.

As várias estratégias de rastreio e monitoramento desenvolvidas pela Secretaria da Saúde entre 01 de agosto de 2020 a 16 de junho de 2021 registraram 375.474 contatos, sendo que 3.110 foram identificados e confirmados com a doença.

Fonte: AEN

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio