Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Mudança será neste sábado (5)

Ambulatório da Covid-19 passa a atender no Centro Diocesano

Publicado em 04/06/2021 às 17:46 por Editoria Movimento Saúde

O Ambulatório de Síndromes Gripais, que atende pessoas com suspeita ou positivados para Covid-19 em Umuarama, vai mudar de endereço neste sábado (5). Os pacientes, que até agora eram atendidos na antiga sede da Viação Umuarama, na Rua Dr. Ângelo Moreira da Fonseca, passarão a ter um ambiente mais confortável e espaçoso para o atendimento em uma ala do Centro Diocesano de Formação (CDF), graças a uma parceria entre a Prefeitura e a Mitra Diocesana de Umuarama.

O prefeito Celso Pozzobom e a secretária municipal da Saúde, Maria Harue, visitaram as novas instalações do ambulatório nesta sexta-feira (4), ao lado do padre Elias Rocha, co-ecônomo da Mitra Diocesana, do secretário municipal de Defesa Social, Valdecir Capelli, e dos vereadores Mateus Barreto e Fernando Galmassi, presidente da Câmara Municipal, e do coordenador do PA 24h, enfermeiro Ânderson Luís Candiani.

A secretária de Saúde explicou que a partir das 7h deste sábado, até as 19h, o atendimento de síndromes gripais será realizado temporariamente na Unidade Básica de Saúde Bem-Estar (esquina da Avenida Goiânia com Rua Cananeia, na Zona VI) para que a mudança não cause interrupção na assistência aos pacientes. “A partir das 19h iniciaremos o atendimento no Centro Diocesano, com uma estrutura mais adequada e espaçosa para os pacientes”, reforçou Harue.

No novo endereço, o Ambulatório de Síndromes Gripais contará com espaços apropriados para atendimento médico e apoio, banheiros distintos para pacientes e funcionários, quartos com leitos individuais, boa circulação de ar e banheiros e acesso facilitado. A recomendação para quem precisar de atendimento é seguir pela Avenida Ivo Sooma até a rotatória da Aceu, adentrar à Rua Novo Paraíso e depois pela Nova Canaã até Rua do Seminário (no Parque Tarumã), seguindo até o Centro Diocesano. O caminho estará sinalizado por placas de orientação.

O prefeito Celso Pozzobom destacou que o município sempre buscou oferecer o melhor atendimento aos pacientes. “Começamos com uma tenda ao lado do PA 24h, depois mudamos a estrutura para a antiga Viação Umuarama e agora, com o agravamento do quadro e o aumento dos casos graves, acionamos outra fase do plano de atendimento elaborado desde o início da pandemia, que é ampliar a estrutura de atendimento”, disse ele.

Pozzobom lembra que no ano passado, nas primeiras semanas da pandemia, o município teve o apoio de empresas do ramo de estofados para reformar os colchões do seminário, além de confeccionar ‘cunhas’ de espuma para apoiar as costas dos pacientes em posição elevada. “Com o apoio da empresa Estofados Helen os colchões foram encapados em corino, material sintético impermeável e de fácil limpeza, que permite eficiente desinfecção após o contato com paciente contaminado”, lembrou.

O município também recebe blocos de espuma em formato de cunha doados pela indústria de estofados Umaflex, que podem ser usados por pacientes internados, se necessário. Os blocos foram encapados com o mesmo material dos colchões. “Teremos cinco consultórios médicos para agilizar o atendimento e vários leitos para observação, enquanto os pacientes aguardarem leitos hospitalares para internação. Todos que chegarem serão atendidos e acolhidos nos leitos”, acrescentou a secretária Harue, agradecendo o apoio de todos os envolvidos nesta parceria para melhorar o atendimento aos afetados pela pandemia.

“Teremos rouparia e lavanderia cedidos pelo Hospital Norospar e os pacientes também receberão alimentação”, completou, lembrando que o contrato entre a Mitra e a Prefeitura tem validade até dezembro de 2021. “Agradecemos a solidariedade e o apoio da inciativa privada e da igreja, neste momento, bem como os esforços de toda a nossa equipe – várias secretarias envolvidas –, que nos possibilita ampliar a capacidade de atendimento aos infectados até que tenham alta médica ou acesso aos leitos hospitalares”, finalizou o prefeito Celso Pozzobom.

Fonte: reportagem e foto: PMU

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio