Terça-feira, 21 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

O setor de Regulação atualiza diariamente a disponibilidade de leitos nas cidades da macrorregião

Foto: Divulgação

Umuarama - Dos 33 leitos de UTI dos hospitais locais, 32 estão ocupados

Publicado em 16/03/2021 às 17:39

Nesta terça-feira, 16, a Secretaria da Saúde confirmou mais 46 casos de Covid-19 em Umuarama (29 homens, 16 mulheres e uma criança). Das 21.604 notificações de síndromes gripais registradas desde 21 de março do ano passado, 10.443 foram descartadas para coronavírus, 8.393 tiveram diagnóstico positivo de Covid e 2.768 suspeitas estão sendo acompanhadas, aguardando resultados de exames e a conclusão do período de isolamento.

Dentre os positivados, 5.076 pessoas já se recuperaram, 3.177 estão em isolamento domiciliar e 46 pacientes seguem hospitalizados, 19 em unidades de terapia intensiva e 27 em enfermarias. Até esta terça-feira, 106 umuaramenses morreram por complicações da Covid-19.

Dos 33 leitos de UTI dos hospitais locais, 32 estavam ocupados nesta terça, de acordo com a regulação da Macrorregional Noroeste da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), bem como 52 das 64 enfermarias exclusivas para Covid-19.

Sobre a situação de leitos

Os leitos de UTI e enfermarias Covid dos hospitais de Umuarama são geridos pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio do setor de Regulação da Macrorregional Noroeste, que funciona em Maringá e é responsável pelos leitos nas regionais de Umuarama, Paranavaí, Cianorte, Campo Mourão e também Maringá.

A lista de espera dos pacientes Covid na macro é única – sem distinção de cidades – e a cada nova vaga que se abre no sistema, é a Regulação da Macrorregional quem determina qual paciente será internado e nem sempre o atendido é paciente da cidade onde o leito está disponível.

As informações sobre ocupação de leitos também são fornecidas pelo setor de Regulação, que diariamente atualiza um site com a disponibilidade de leitos. Atualmente a Macronoroeste conta com 246 leitos de UTI Covid e 379 de enfermaria para adultos e cinco UTIs infantis e também cinco leitos de enfermaria para crianças.

Embora a ocupação das UTIs adulto esteja em torno de 95%, por conta da rotatividade, nesta terça-feira havia 56 pacientes na fila de espera por uma vaga de UTI na região da macro e mais 90 aguardando leitos de enfermaria. Como se vê não “sobra” nenhuma vaga. As diferenças ocorrem por conta da mobilidade de pacientes, após transferências motivadas pela evolução de cada caso, entradas e saídas, altas médicas ou óbitos.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio