Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Ação solidária arrecada 7,5 toneladas de alimentos e rações em Umuarama

Publicado em 03/08/2021 às 10:49 por Editoria Movimento Saúde

Foi entregue nesta segunda-feira (02)  às instituições de Umuarama, os alimentos e rações, resultado da ação solidária do Instituto Água e Terra (IAT), realizado na última semana, com distribuição de 2 mil mudas de árvores nativas frutíferas e arrecadou 7,5 toneladas de alimentos e ração.  

“É uma ação de troca de muda de árvore, para reconstituir o meio ambiente e para as pessoas doarem alimentos. Essa ação é importante e simbólica porque ajuda pessoas que precisam e deve ser um exemplo para todo o Paraná e o País”, afirmou o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), Márcio Nunes, durante a entrega. 

Além de 6 toneladas alimentos que irão ajudar 10 entidades da cidade, o Escritório Regional do IAT em Umuarama arrecadou 1,5 tonelada de ração, doada à Sociedade de Amparo aos Animais de Umuarama (SAAU). “É uma forma, também, de chamar a atenção para evitar os maus-tratos aos animais”, destacou o secretário.

Para o prefeito de Umuarama, Celso Pozzobom, toda ajuda é importante para que as entidades façam seu trabalho. “Doações são fundamentais para que a SAAU, por exemplo, consiga dar continuidade ao atendimento de animais que sofrem com maus-tratos”, destacou.

O chefe regional do IAT em Umuarama Felipe Furquim, lembrou que 2 mil árvores nativas serão plantadas na cidade. “Conseguimos ajudar a quem precisa e ainda despertar na população a educação ambiental com o plantio de mudas de árvores, contribuindo para o meio ambiente”, disse.

O IAT é um órgão vinculado à Sedest e promove, desde junho deste ano, ações de distribuição de mudas de árvores nativas em troca de doações. O objetivo é ajudar famílias impactadas pela pandemia ou atendidas por instituições municipais e não governamentais.

BENEFICIADAS – Uma das entidades beneficiadas com 25 cestas básicas de alimentos foi a Associação Casa da Sopa, uma cozinha solidária que surgiu há cerca de 50 anos. Inicialmente, a entidade só atendia crianças das periferias servindo sopas, através de voluntários. Com a demanda crescendo, a associação se transformou e hoje atende de 100 a 150 pessoas durante a semana.

São moradores em situação de vulnerabilidade social e risco, como desempregados, população de rua e idosos sem famílias na cidade. Segundo a assistente social e voluntária da Casa da Sopa, Isabela Gomes Simões, houve um aumento de atendimentos na unidade com a pandemia da Covid-19.

“Eu achei uma iniciativa muito nobre e humanitária do IAT, porque contribui e sensibiliza a comunidade. Essa população não apenas recebe alimentos, como também há com resgate de cidadania com os grupos que criamos para desenvolvimento de vínculos”, destacou.

 

A Sociedade de Amparo aos Animais de Umuarama (SAAU), também beneficiada, atua há 24 anos e chega a atender cerca de 700 animais por mês, vítimas de abandono e maus-tratos. A unidade mantém um abrigo com mais de mil animais, entre gatos e cachorros.

"Hoje vemos o Estado se preocupando com a causa animal, ajudando em campanhas”, afirmou a presidente da SAAU, Ana Maria Polaquini. “A ração é cara e foi um alívio para este mês receber essa ajuda do IAT”.

AÇÃO SOLIDÁRIA – Até o momento, sete Escritórios Regionais do IAT já promoveram a ação solidária: Ponta Grossa, Pitanga, Guarapuava, Guaratuba, Tibagi, Paranaguá, Umuarama e Cascavel. Com 9.450 mudas distribuídas, foram arrecadadas 10,2 toneladas de alimentos, 4.553 peças de roupas, 11 cobertores, 22 lençóis, 82 sapatos e 1,5 tonelada de ração.

Com informações e fotos da AEN

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio