Quinta-feira, 15 de novembro de 2018

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

O médico Dr. Arlindo Salvador atende em sua clínica particular, a Prontil e também no Hospital Cemil, onde ainda hoje dá plantão

Foto: Rosi Rodrigues

Dr. Arlindo Salvador, um exemplo de amor pela medicina

Publicado em 17/10/2017 às 21:24 por Rosi Rodrigues

O médico pediatra Dr. Arlindo Salvador não sabe dizer ao certo por que escolheu a medicina, mas tem certeza de que não saberia imaginar sua vida de outra forma. É médico por vocação e paixão.  

No Dia do Médico (18/10), o Movimento Saúde rende suas homenagens a este pioneiro da medicina em Umuarama, um dos especialistas mais experientes ainda em atividade na cidade. Em entrevista exclusiva, o médico revela todo o seu amor e orgulho pela profissão.

O Dr. Arlindo Salvador se formou em 1970, pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Concluiu sua especialização em pediatria no Hospital Bom Jesus da Guanabara, no Rio de Janeiro.

“Quando terminei a faculdade a ideia me especializar em endocrinologia, porém não tinha vaga naquele momento. Comecei então a fazer pediatria até que a vaga aparecesse. Poucos meses depois, surgiu a vaga que eu tanto aguardava. Porém, gostei da pediatria e resolvi concluir o curso e estou na área até hoje. Não imagino minha vida em outra profissão”, conta.

Assim que terminou a especialização em pediatria, em 1972, o Dr. Arlindo veio para a Capital da Amizade, onde trabalhou por cinco anos no Hospital Infantil Rio de Janeiro.

Em 1977, juntamente com outros médicos, foi fundador do Centro Médico Materno Infantil, o Hospital Cemil, que é referência em medicina para a região e onde ainda hoje o Dr. Arlindo trabalha.

O pioneiro é apaixonado pela pediatria. “Para ser médico pediatra, tem que gostar de criança em primeiro lugar. É uma área que exige muito estudo e dedicação integral”, disse.

A parte mais difícil do trabalho para o Dr. Arlindo é quando o médico se depara com a morte. “É muito triste quando temos que dizer a uma mãe que seu filho não resistiu. Mesmo com 47 anos de profissão, é uma situação com a qual não me acostumo”, ressalta.

Não são raros os casos em que pacientes que o Dr. Arlindo cuidou na infância, retornam ao seu consultório com seus próprios filhos e até netos.

“É uma relação de confiança e amizade que me fortalece todos os dias. Eu nem penso em parar, só quando morrer mesmo. Ser médico é a minha vida”, declara.

Legado - O Dr. Arlindo Salvador foi o primeiro médico de sua família, mas deixou seu legado na profissão, que continua com seus descendentes.  Os dois filhos, a médica Dra. Georgia Salvador e o cirurgião plástico Dr. Fabiano Salvador, seguiram os passos do pai.

“Tenho muito orgulho deles, principalmente porque cada um escolheu a área que realmente gosta, onde são felizes e se destacam. Ser médico é uma profissão digna e sou muito feliz por meus filhos seguirem os meus passos”,

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio