Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Pediatria - uma missão que vai além do diagnóstico

Publicado em 28/07/2021 às 10:24 por Editoria Movimento Saúde

Dia 27 de julho é comemorado o Dia do Pediatra, o profissional médico que tem a missão de acompanhar o desenvolvimento físico e intelectual desde os primeiros anos de vida de uma criança, missão fundamental na assistência à família. Mas sua importância vai além. Os pediatras fornecem apoio emocional, orientações básicas de saúde, de alimentação, de cuidados. É médico escolhido, muitas vezes, antes mesmo de o bebê nascer, já criando um laço com a família que pode durar anos e até mesmo transpor gerações.

A escolha do pediatra não deve apenas levar em conta a parte técnica e a formação do médico. É preciso escolher um profissional que "dê match" com a família e com a criança. Um bom relacionamento é essencial, segundo a pediatra Alessandra Cavalcante.  Além disso, é importante que a família certifique-se de que é possível contatar o médico em casos de dúvidas e emergências. 

No primeiro mês de vida, são recomendadas, pelo menos, duas visitas ao pediatra. Já, entre 2 e 6 meses de vida, as visitas passam a ser mensais e, a partir dos 7 meses, é recomendada uma consulta a cada 2 meses. Quando a criança completa 2 anos, as avaliações podem ser realizadas a cada três meses e, a partir dos 6 anos, semestralmente. Na faixa dos 7 aos 18 anos, em situações normais, a visita pode ser anual. 

O pediatra da criança deve ser o primeiro médico a ser consultado em casos de emergência, já que muitas vezes a sua orientação pode evitar uma exposição ou ida desnecessária ao hospital, por exemplo. “Quanto mais precocemente se der o diagnóstico de alterações, menor as complicações para o futuro e para a vida adulta”, sinaliza Alessandra.

Os pediatras contam com várias ferramentas, como os testes de triagem feitos no nascimento do bebê, para auxiliar em diagnósticos e no desenvolvimento das crianças. São exemplos o Teste do Olhinho, Teste do Pezinho, Teste da Orelhinha, Teste do Coraçãozinho e o Teste da Bochechinha.

Já estão disponíveis inclusive teste de triagem genética, como o meu DNA Bochechinha, indicado a bebês que não apresentam qualquer tipo de sintomas. “O teste é importante pois, quando detectadas precocemente, certas doenças podem ter seu curso inteiramente alterado, com  tratamentos que evitam um grande transtorno na vida dessas crianças", comenta Fernando Kok, professor associado de Neurologia Infantil da Faculdade de Medicina da USP.

Nossa homenagem e reconhecimento a todos os pediatras pelo importante trabalho.

Com informações: Saúde Debate

Fotos: Divulgação

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio