Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Regionais de Saúde começaram a receber canetas de insulina adquiridas pelo Estado

Publicado em 27/07/2021 às 10:00 por Editoria Movimento Saúde

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD-PR) havia alertado, em junho, sobre a falta de estoque de insulina de ação rápida para tratamento de diabetes nas farmácias do Sistema Único de Saúde (SUS) do Paraná, onde 11.354 pacientes que fazem uso da insulina.  A aquisição do medicamento, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), é centralizada Ministério da Saúde, mas houve atraso na entrega.

Ainda de acordo com a Sesa, uma compra emergencial de 38 mil canetas  de Insulina Análoga de Ação Rápida, foi realizada. O medicamento que faz parte do elenco do grupo 1A do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf).

Em Umuarama, conforme informações da Secretaria Municipal, por meio da assessoria da Prefeitura, as insulinas padronizadas são NPH e Regular e estas não faltaram. Já as que são distribuídas pela regional, para o município, faltaram, como em boa parte do Estado. 

Desde esta segunda-feira (26), o medicamento começou a ser distribuído para as 22 Regionais de Saúde do Paraná. “É um medicamento de extrema importância para o tratamento dos pacientes que sofrem da diabetes tipo 1. Ficar sem a insulina pode gerar graves complicações para a saúde. Para minimizar essa falta e devido ao atraso de entrega por parte do Ministério, iniciamos esse processo emergencial de compra”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

"Até esta quarta-feira as 22 Regionais de Saúde já estarão com o medicamento para ser disponibilizado aos pacientes", acrescentou.

A compra emergencial, no valor de R$ 1,08 milhão, vai suprir a demanda do Estado por 30 dias. A Sesa segue constantemente solicitando a previsão de envio de nova remessa, mas o Ministério da Saúde ainda não confirmou a data de entrega.

 A insulina é usada quando o pâncreas para de produzir o hormônio. Nesse caso, a caneta de insulina rápida é companhia habitual e necessária para manter os níveis de glicose estáveis depois da ingestão de alimentos. Por isso, é aplicada antes das refeições, e faz efeito em torno de meia hora.

Com informações da AEN

Foto: AEN/Divulgação

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio