Segunda-feira, 10 de maio de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

O medo do risco aborto leva gestantes a interromper as atividades físicas, criando hábitos sedentários

Foto: Divulgação

Atividade física se mostra grande aliada no pré-natal saudável

Publicado em 03/03/2021 às 10:21

É muito comum mulheres interromperem por completo suas atividades físicas durante a gestação por receio de aumento de risco de aborto, partos prematuros ou intercorrências na gestação. Muitas vezes esse novo hábito sedentário se perpetua no puerpério e anos subsequentes. 

Porém, as evidências comprovam que a atividade física se mostra como um grande aliado na manutenção de um pré-natal saudável tanto nos aspectos físicos do binômio mãe-bebê, como nos psicológicos relativos a humor e controle de ansiedade.  

Estudos publicados desde 2016 com alto nível de evidência mostraram que entre as mulheres ativas fisicamente havia maiores taxas de partos vaginais, menor incidência de: ganho excessivo de peso, menor risco de diabetes mellitus gestacional, desordens hipertensivas, partos pré-termo, cesarianas, baixo peso do bebê ao nascimento. 

Nova recomendação de atividades físicas durante a gestação:

No último ano de 2020, o American College of Obstetricians and Gynecologists publicou uma recomendação em prol da atividade durante a gestação e período pós-parto:

  • Exercícios físicos são recomendados na gestação, e são associados a riscos mínimos, demonstrando muitos benefícios à maioria das mulheres. Podendo ser necessário algumas adaptações para este período.
  • Uma avaliação clínica e obstétrica é recomendada antes de se iniciar as atividades físicas para garantir que não há contraindicações.
  • Mulheres que se enquadram em gestação de alto risco devem ser encorajadas a realizar atividades aeróbicas e anaeróbicas durante e após a gestação.  
  • A restrição de atividade física não deve ser recomendada de rotina como profilaxia de trabalho de parto prematuro 
  • Mais estudos são necessários para protocolar os melhores tipos de exercícios a serem realizados, a frequência e intensidade ideal. 

Quando iniciar e até quando realizar?

A ACOG pontua que o momento da gestação é ideal para o estimular de melhoras no estilo de vida e motivar hábitos saudáveis. Além disso, relata que o início das atividades deve acontecer após as 12 primeiras semanas de gestação, com a frequência de no mínimo 3 vezes na semana, podendo até ser diária, devendo ser realizado até o fim da gestação de acordo com o desejo e conforto da paciente.

Nível de Intensidade 

A intensidade deve se basear na frequência cardíaca, devendo ser menor do que 60 a 80% da FC máxima da idade da paciente, e na Escala de Borg ter pontuação moderada (12-14)

Ambiente e supervisão profissional 

Em relação ao local de prática de exercício, o ACOG recomenda que seja realizada em ambientes de temperaturas amenas, evitando a exposição intensa ao sol e calor. 

Quanto à supervisão profissional, não é mandatória, porém, bem-vinda. 

Modalidades de atividades físicas seguras durante a gestação:

O Comitê relata que foram estudados de forma extensiva e parecem ser seguros na gestação os seguintes exercícios: caminhadas, bicicleta ergométrica, dança, exercícios de resistência (que usam elásticos ou pesos, por exemplo) e hidroginástica.

Período pós-parto:

Diversos estudos demonstram um frequente ganho de peso e obesidade neste período, e por isso, o ACOG recomenda estimular o retorno das atividades de forma gradual. Exercícios abdominais auxiliam no fortalecimento da musculatura e diminuem o risco de diástase dos retos abdominais. 

O exercício aeróbico durante a lactação melhora o perfil cardiovascular materno sem comprometer a produção e composição do leite materno. É muito importante ratificar a necessidade por uma adequada ingestão hídrica pela paciente. 

Fonte: PEBMED

Autora: 

Referência bibliográfica: Physical Activity and Exercise During Pregnancy and the Postpartum Period: ACOG Committee Opinion, Number 804. Obstet Gynecol. 2020 Apr;135(4):e178-e188. doi: 10.1097/AOG.0000000000003772. PMID: 32217980.

 

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio