Segunda-feira, 18 de novembro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Inscrições até 15 de Fevereiro 2019

Foto: Divulgação

ONU recebe inscrições para treinamento de líderes em saúde pública

Publicado em 12/02/2019 às 10:15

Profissionais de saúde pública, relações internacionais e áreas correlatas já podem se inscrever na edição de 2019 do Programa de Líderes em Saúde Internacional Edmundo Granda Ugalde, promovido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Iniciativa vai oferecer para os selecionados um treinamento virtual gratuito ao longo de nove meses. Inscrições vão até 15/2.

Entre os temas abordados na capacitação, estão diplomacia da saúde, cooperação internacional, cobertura e acesso universal à saúde, desenvolvimento sustentável, migração, saúde nas fronteiras, mudanças climáticas, acesso a medicamentos e doenças crônicas não transmissíveis.

Profissionais de saúde pública, relações internacionais e áreas correlatas já podem se inscrever na edição de 2019 do Programa de Líderes em Saúde Internacional Edmundo Granda Ugalde, promovido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Iniciativa vai oferecer para os selecionados um treinamento virtual gratuito ao longo de nove meses. Inscrições podem ser feitas até 15 de fevereiro pelo link.

Conhecido pela sigla PLSI, o programa visa capacitar profissionais dos países das Américas para que possam compreender, atuar e influenciar, de maneira positiva, temas de saúde global. A OPAS considera que o atual contexto internacional é complexo e caracterizado por desafios que exigem ações capazes de transcender setores e fronteiras.

A formação de 2019 terá duração de nove meses, começando ao final de abril. Entre os temas abordados na capacitação, estão diplomacia da saúde, cooperação internacional, cobertura e acesso universal à saúde, desenvolvimento sustentável, migração, saúde nas fronteiras, mudanças climáticas, acesso a medicamentos e doenças crônicas não transmissíveis.

Os candidatos selecionados participarão de atividades virtuais de aprendizagem em coordenação com o escritório da OPAS em seus países de origem. Os alunos deverão, ao mesmo tempo, continuar trabalhando em suas respectivas instituições.

Os participantes também vão atuar em um projeto relacionado à área prioritária de trabalho de saúde pública em seu país, sub-região ou região. Os integrantes do programa poderão atuar em coordenação com a OPAS, autoridades nacionais e outras instituições.

Ao fim do curso, os profissionais terão fortalecido suas habilidades de análise de situação, desenvolvimento de políticas e tomada de decisão, negociação e advocacy, gerenciamento de projetos, geração e troca de conhecimento e comunicação.

Desde a sua criação, em 1985, o Programa de Líderes em Saúde Internacional Edmundo Granda Ugalde da OPAS forneceu treinamento para mais de 630 indivíduos de 40 países.

Fonte: ONU

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio