Sábado, 16 de fevereiro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

Calor provoca dores de cabeça, mau humor e aumenta risco de infarto

Foto: Divulgação

O CALOR AFETA O SEU HUMOR?

Publicado em 14/01/2019 às 11:19 por Rosi Rodrigues

Durante as últimas semanas, uma onda de calor fez os termômetros marcarem temperaturas acima dos 30º ao longo do dia. Esse aumento de temperatura reflete diretamente sobre o comportamento do nosso organismo. Segundo a Sociedade Paulista de Cardiologia (Socesp), temperaturas acima dos 24 graus aumentam em 11% o risco de enfarte.

A explicação para o calor influenciar no risco de problemas cardiovasculares é que o suor em excesso promove a concentração de colesterol, queda da pressão e deixa o sangue mais denso e viscoso, condições ideais para o aparecimento de trombos, os causadores do infarto ou do derrame.

Outra característica do calor intenso é a irritabilidade nas pessoas. Os especialistas alertam que um dia de calor já mais que suficiente para gerar aquele mau humor insuportável. Além desses, outros problemas também são gerados pelo aumento da temperatura:

Calor provoca dores de cabeça, mau humor e aumenta risco de infartoCRISES DE ENXAQUECA E DOR DE CABEÇA - um dos fatores que potencializa a crise de dor de cabeça é o calor. O risco de incidência desse tipo de dor aumenta 7,5% para cada cinco graus centígrados a mais na temperatura do ar. Outro fator condicionante para promover o aparecimento de uma dor de cabeça é o choque térmico, quando saímos de um ambiente com ar-condicionado para outro bastante quente, como a rua, por exemplo.

 

DOENÇAS DE PELE - a exposição ao sol facilita a proliferação de fungos e bactérias, vetores de micoses e outras doenças de pele. Até os banhos podem ser prejudiciais, já que quando aumenta o número de banhos tomados por dia, a oleosidade da pele diminui, afetando a defesa natural da mesma.

DESIDRATAÇÃO - a transpiração excessiva, sem a reposição de água, pode provocar a desidratação que, quando severa, resulta em febre altíssima, convulsão e morte. Por isso, em dias quentes é preciso usar e abusar dos líquidos.

DOENÇAS RESPIRATÓRIAS - além das crises de asma, bronquite e rinite acontecerem com maior frequência devido ao tempo seco, os resfriados e gripes também são potencializados pelo clima quente. O organismo precisa de um tempo para se adaptar às mudanças de temperatura, e como nesta época elas são bruscas, isso afeta o sistema imunológico facilitando o aparecimento das doenças.

DENGUE - o mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti se prolifera mais facilmente em temperaturas quentes, o que aumenta a chance de infecção. Em dias normais, o ciclo reprodutivo do inseto é de 15 dias, que se reduz para apenas cinco quando os termômetros ultrapassam a casa dos 30 graus.

INSOLAÇÃO - a temperatura do corpo fica alta devido à exposição ao sol, o que provoca intensa falta de ar, dor de cabeça, náuseas e tontura. Além disso, se o corpo estiver desidratado, os efeitos da insolação aumentam.

DIARREIA - as infecções intestinais são mais comuns nesta época do ano, verão, e uma das explicações pode estar no gelo. Muito requisitado para tornar, os refrigerantes, água e sucos mais atrativos, a água no estado sólido pode não ser filtrada, estar contaminada e provocar os surtos. Outra causa para as diarreias é a desidratação.

Fonte: itnet.com.br

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio