Sexta-feira, 12 de agosto de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Umuarama registra 25 novos casos de Aids

Publicado em 27/07/2022 às 15:12 por Editoria Movimento Saúde

Daqui a dois dias será comemorado o Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais e o Ambulatório de Infectologia de Umuarama tem realizado, durante todo o mês de julho, palestras, encontros, panfletagens e orientações por toda a cidade. Porém, em relatório divulgado nesta terça-feira (26), a quantidade de casos de aids confirmados chama a atenção: foram 25 só nesses primeiros meses do ano.

A boa notícia é que, devido ao acompanhamento dos pacientes, em 2022 nenhum caso de aids em gestantes foi registrado – no ano passado foram seis ocorrências. “Em 2021 tivemos 46 pacientes que receberam resultado positivo para aids. Já os casos de sífilis têm aumentado substancialmente na cidade. Para se ter uma ideia, só esse ano foram 58. E no ano passado inteiro foram 57”, relata Dr. Ricardo Delfini Perci, médico infectologista da Secretaria Municipal de Saúde.

A tuberculose também projeta uma ascensão: são 15 casos de janeiro até agora, contra 32 durante todo o ano passado. “No mesmo caminho está a hanseníase, já que em seis meses deste ano foram registrados três casos e durante todo ano passado foram confirmados quatro casos. A leishmaniose teve três registros em 2021 e até agora foram dois casos”, detalha Maria de Lourdes Gianini, coordenadora do Ambulatório de Infectologia.

 
Atenção às hepatites

Nesta quarta-feira (27), a partir das 9h, a psicóloga Lucineia Ceolin vai apresentar uma palestra sobre infecções sexualmente transmissíveis, com foco nas hepatites virais, para toda a população e convidados pelo Caps II (Centro de Atenção Psicossocial), no auditório do Sesc. “Já no próximo sábado, dia 6 de agosto, haverá orientação e entrega de folders explicativos sobre hepatites a alunos e toda as pessoas que quiserem participar no Sesc, em reunião que irá das 13h30 às 17h30. A informação e a prevenção são as maiores e melhores armas contra essas infecções”, pontua a coordenadora.
 

Fonte: Prefeitura de Umuarama

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio