Segunda-feira, 4 de julho de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Instituto Nossa Senhora terceiriza lavanderia e esterilização até adequação interna

Publicado em 20/05/2022 às 07:33 por Editoria Movimento Saúde

O Instituto Nossa Senhora Aparecida comunicou na tarde desta sexta-feira (20) que, para cumprir requisitos da Vigilância Sanitária, terceirizou os serviços de lavandeira e esterilização, até que a adequação interna dos serviços esteja concluída.

A decisão foi tomada após inspeção da própria Vigilância, que pontuou todas adequações necessárias. Até a homologação dos contratos, o hospital deixa de receber  novos pacientes. A assistência aos pacientes internados prossegue normalmente e, segundo a direção da instituição, em poucos dias todos os serviços devem ser normalizados.

De acordo com o diretor geral, Dr. Luiz Carlos Cortez Derenusson, Os serviços de esterilização e lavanderia vinham sendo realizados normalmente, com todo o material utilizado testado e livre de contaminantes.

“O mais importante de tudo é a integridade dos pacientes, a segurança e a qualidade na prestação do serviço de assistência em saúde e isso nunca foi comprometido.”, destacou o diretor. 

O médico enfatiza que eventuais faltas de medicamentos questionadas, se deu pela ausência dos insumos para aquisição no mercado e que, pontualmente, cada situação foi particularmente resolvida.

Já com contratos firmados, a instituição informou que os serviços de lavanderia hospitalar passaram a ser realizados pela Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná – Norospar. Já a esterilização será realizada pela Central de Esterilização da Universidade Paranaense – Unipar.

A diretoria informou também que já está e execução os projetos para a readequação tanto da lavanderia quanto da esterilização.

“Esse é um trabalho que já havíamos iniciado e que agora vai ganhar ainda mais prioridade. Não estamos medindo esforços para cumprir todas as normas estabelecidas. A Pandemia mergulhou os hospitais em uma crise financeira muito profunda que, como a doença, deixou sequelas, como a falta de caixa para melhorias e adequações. Essa não é uma exclusividade do Nossa Senhora. Na verdade a saúde como um todo está precisando de um olhar mais sensível das nossas autoridades, não apenas de repressão”, comentou o Dr. Luiz Carlos.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio