Segunda-feira, 16 de maio de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

A importância do acompanhamento psicológico no tratamento contra o câncer

Publicado em 29/03/2022 às 15:25 por Editoria Movimento Saúde

O diagnóstico de câncer pode trazer diferentes impactos emocionais e sociais, tanto para o paciente quanto para seus familiares. O acompanhamento psicológico auxilia no processo de autoconhecimento e ajuda a lidar melhor com as emoções.  


A psicóloga especialista no paciente oncológico, Aline da Silva Freire, nova integrante da Clínica Oncoclin, explica que, inicialmente, a pessoa diagnosticada com a doença passa por uma avaliação que busca identificar suas queixas, dificuldades, medos e expectativas frente ao tratamento. “Isso possibilita que o paciente expresse suas emoções e sentimentos”. aponta.

Lidando com as emoções


Diante do diagnóstico, os sentimentos mais comuns são tristeza, angústia, impotência, negação, depressão, raiva entre outros, além das mudanças físicas e corporais do tratamento contra a doença. “Essas mudanças interferem diretamente na autoestima e autoimagem do paciente. O atendimento psicológico nesse momento busca através da escuta qualificada, acolhimento e suporte, ajudar no controle da ansiedade e sintomas”, acrescenta Aline.


Ela destaca que as emoções influenciam no funcionamento do organismo e, consequentemente, interferem na saúde física e mental. “Somos seres biopsicossociais, e o equilíbrio e manejo das emoções podem ser difíceis em momentos como esses. É preciso pensar em prevenir o adoecimento emocional, visando que saúde mental vai muito além da ausência de transtorno”, esclarece a psicóloga. 
Aline pondera que a assimilação do paciente com câncer é muito particular e individualizada, não há um padrão. “Cada pessoa é um ser único, singular e em situações como a descoberta do diagnóstico do câncer, pode ser necessário estabelecer uma relação de ajuda”, analisa.


Trabalhar e refletir sobre a aceitação é uma das principais tarefas do acompanhamento psicológico. “Quanto antes o processo de aceitação acontece, maior é a adesão ao tratamento, a tolerância aos efeitos colaterais e sintomas, assim como a confiança na equipe e, consequentemente, em si mesmo e na cura”, afirma a psicóloga. 

Rede de apoio


A rede de apoio é um suporte fundamental e indispensável, que pode ser formado por pessoas, grupos e instituições. “Quando o paciente pode contar com uma rede de apoio fica mais fácil focar em si e no tratamento. Equilibrar o tratamento e a rotina não é uma tarefa fácil. Sentir-se amado, cuidado e aceito com todas as alterações físicas e emocionais que o tratamento do câncer pode trazer, faz toda a diferença no decorrer do tratamento. Há muitas mudanças e adaptações necessárias do paciente e de todos a sua volta. Ser resiliente frente à diferentes situações, é difícil, por isso ouço tantos depoimentos em meus atendimentos do quanto é reconfortante e acolhedor ter com quem contar”, finaliza.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio