Segunda-feira, 4 de julho de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Acompanhando tendência no país, Umuarama fecha a semana com 9.515 casos de covid

Publicado em 05/02/2022 às 19:37 por Editoria Movimento Saúde

Umuarama viveu uma semana com altíssimos números de diagnósticos positivo covid-19.  O balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde registrou exatos 9.515 casos, sendo 51,2% de mulheres (

4.866), 39,4% de homens (3.753) e 9,4% de crianças (896). Só neste sábado (5), o Boletim Covid registrou  527 novos casos da doença - 274 mulheres, 190 homens e mais 63 crianças.

O número de casos ativos subiu de 4.397 para 4.606 e o total de casos suspeitos caiu de 383 para 374, indicando que há 4.980 pessoas em isolamento domiciliar. Desde o início da pandemia, em março de 2020, 29.942 pessoas foram diagnosticadas com covid-19 e, deste total, 24.699 se recuperaram. Neste período, 332 pessoas faleceram por complicações da doença, porém nenhuma morte foi oficialmente confirmada na data de hoje.

O relatório fornecido pelas instituições de saúde informa que hoje tem seis pessoas de Umuarama internadas na UTI – uma em Goioerê, duas no Cemil e três no Uopeccan – e mais 18 em enfermarias – duas no Norospar, cinco no Nossa Senhora, cinco no Uopeccan e seis no Cemil.

No Ambulatório de Síndromes Gripais (Tenda Covid) 251 pessoas foram  atendidas e foram realizados 429 exames antígenos (testes rápidos), dos quais 169 (39%) deram positivo e 260 (61%) negativo. Umuarama continua com “Bandeira Amarela”, ou seja, baixo risco de contaminação.

Tendência

No Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste sábado mais 15.521 casos novos e 26 óbitos. O Estado soma 2.070.374 casos confirmados e 41.198 mortos pela doença.

Os números reforçam o comportamento do vírus em todo o Brasil, que voltou a bater recordes de confirmações.  O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (4), o registro de 184.311 novos casos e 493 mortes nas últimas 24 horas. O país somava, então,  631.802 vítimas da doença, desde o início da pandemia.

Ômicron

De acordo com dados no informativo da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), a variante Ômicron é a responsável pelo aumento de casos. Só em janeiro de 2022 o índice de contaminação pela variante chegou a 95,9%, sendo encontrada em todas as regiões do país, confirmando que a Ômicron domina completamente o cenário epidemiológico da Covid-19 no Brasil. "A variante Ômicron provocou uma explosão de casos de covid-19 em diversos países, inclusive aqui no Brasil", diz o relatório da Fiocruz

Segundo especialistas, variante é, de fato, mais transmissível, porém, causa quadros infecciosos menos severos. Mas isso não deve ser motivo para negligenciar a busca por tratamento, sob o risco de agravamento do quadro. 

As atenções dos pesquisadores estão se voltando agora para outra expectativas em relação a Ômicron: o subtipo BA.2 da variante, que já tem casos confirmados nos estados do Rio de Janeiro e Santa Catarina.  "A Fiocruz identificou, a partir da técnica de sequenciamento genético, dois casos da linhagem BA.2 da variante Ômicron, um em cada estado", afirmam pesquisadores da Fiocruz. 

Fotos: divulgação

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio