Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Paciente na fila do transplante fala da esperança de receber um fígado 

Publicado em 17/09/2021 às 16:35 por Editoria Movimento Saúde

A trabalhadora rural Gildete do Santos é a mais pura expressão da alegria de viver. O sorriso fácil, o olhar confiante e as palavras de sabedoria demonstram sua paciência e fé em vencer a doença que a incapacitou: uma grave cirrose hepática, que só pode ser curada com um transplante de fígado. Ninguém na família é compatível ou tem condições de fazer a doação em vida. Assim, ela aguarda por um doador na fila de transplantes. 

Nesta sexta-feira (17), Gildete recebeu alta da enfermaria SUS do Hospital Cemil, após passar por mais uma sessão de drenagem de líquido acumulado no fígado – um procedimento doloroso e desgastante, que é rotina para doentes de cirrose hepática.
Durante a alta, a paciente gravou um vídeo emocionante para Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos do Hospital Cemil, que neste mês participa da Campanha Setembro Verde, de incentivo à doação de órgãos e tecidos. 

A trabalhadora rural tem 49 anos, não é casada, não tem filhos e ficou doente há cerca de dois anos. É conhecida em Tapira, onde mora, por ser uma pessoa extremamente caridosa e verdadeira. 
“A Gildete é capaz de tirar de si para dar aos outros. Sempre ajudou todo mundo. Talvez por isso ela enfrente a situação com esse sorriso no rosto”, comentou uma amiga que a acompanhava no hospital. 

No vídeo, Gildete explica como fazer para ser um doador de órgãos. “Você que é doador comunique sua família a vontade que você tem. Se aparecer um compatível comigo, estou aí, na batalha. (...) A vida é curta e bela e tem que aproveitar da melhor maneira possível”, disse a paciente que emocionou os profissionais de saúde da enfermaria SUS do Hospital Cemil, onde todo mês vem se tratar e é considerada como uma amiga. 

Assista o vídeo na íntegra. 

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio