Segunda-feira, 2 de agosto de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

São prioridades na vacinação

Saiba quais são os profissionais de saúde, definidos pelo MS e Sesa

Publicado em 28/05/2021 às 10:31 por Editoria Movimento Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde tem seguido rigorosamente as orientações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e do Ministério da Saúde (MS) quanto à execução dos planos Nacional e Estadual de Imunização. Para vacinação do grupo prioritário “trabalhadores da saúde”, dentro da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, a estratégia é definida de acordo com as regras do memorando circular nº 33/2021 da Sesa e do ofício circular 57/2021, da Secretaria de Vigilância em Saúde do governo federal.

Consideram-se “trabalhadores da saúde” os profissionais que atuam em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão (hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais), representados em 14 categorias conforme a resolução 287/1998 do Conselho Nacional de Saúde.

Segundo o Ministério da Saúde, não serão contemplados com a vacina neste momento os trabalhadores de estabelecimentos e serviços como academias de ginástica, clubes, salão de beleza, clínica de estética, óticas, estúdios de tatuagem e estabelecimentos de saúde animal, apesar de fazerem parte dos grupos prioritários elencados inicialmente para a vacinação.

O documento destaca que “todos os trabalhadores da saúde (…) serão contemplados com a vacina, entretanto a ampliação da cobertura desse público será gradativa, conforme disponibilidade de vacinas e risco de adoecimento do trabalhador, em função de sua atividade, ou seja, aqueles que atuam na assistência direta ao paciente terão prioridade”, atesta o ofício e também a coordenação da Divisão de Vigilância do Programa Estadual de Imunização.

O coordenador da Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde, Lucas Heitor de Almeida Papa, acrescenta que, com base nas mesmas orientações técnicas, poderão ser vacinados ainda veterinários que atuam na inspeção sanitária (saúde humana), profissionais de Educação Física que estejam envolvidos em atendimentos voltados à reabilitação motora e alunos de cursos superiores que sejam estagiários remunerados (com vínculo empregatício) junto a instituições ligadas à área de saúde.

“Nosso interesse é vacinar o maior número de extratos da população, porém as estratégias são montadas e adequadas praticamente todos os dias, com base na disponibilidade de vacinas. Hoje vacinamos idosos acima de 60 anos, pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas também com comorbidades, professores e trabalhadores da educação, pessoas com deficiência atendidas pelo BPC (Benefício de Prestação Continuada), síndrome de Down e profissionais de saúde, dentro das especificações, em faixas etárias e unidades de saúde informadas diariamente nas redes sociais da Prefeitura. Basta ficar atento”, orientou Lucas de Almeida Papa.

Fonte: PMU

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio