Quarta-feira, 8 de julho de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Reunião na sede da 12ª RS. para implantação do novo fluxo

Foto: Rosi Rodrigues

Novo fluxo de atendimento é implantado para prevenção de Covid-19 na população carcerária

Publicado em 17/06/2020 às 21:00 por Rosi Rodrigues

Começou a funcionar nesta terça-feira (17), em todas as unidades prisionais dos municípios que integram a 12ª Regional de Saúde de Umuarama, o novo fluxo de atendimento à pessoa privada de liberdade, que visa empreender medidas para minimizar as chances de contágio de Covid-19 no sistema penitenciário regional.

Equipe de saúde do Mini Presídio de Umuarama ganhou reforçosA partir de agora todos os novos detentos serão testados. Após a detenção, o preso é colocado em isolamento. Não havendo presença de sintomas, será realizado o teste rápido após o 14º dia de isolamento. Caso o exame apresente resultado não reagente para Covid-19, o detento será liberado para a convivência com os demais.O fluxo foi implantado após uma reunião com representantes dos setores envolvidos

Em reunião com representantes dos setores envolvidos, a chefe da 12ª Regional de Saúde de Umuarama, enfermeira Viviane Herreira, explicou que o fluxo segue uma determinação do Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde – SESA, que está atuando em parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná – SESP.

“O novo fluxo amplia medidas adotadas desde o início da Pandemia, como higienização frequente do ambiente com soluções desinfetantes a base de hipoclorito de sódio, fornecimento de álcool em gel e máscaras para policiais penitenciários e detentos, entre outras, implementadas em conjunto pela SESA e SESP”, disse Viviane.

Atualmente 1.448 pessoas estão sob custódia do DEPEN, nas unidades prisionais de Cruzeiro do Oeste, Umuarama, Pérola, Iporã, Alto Piquiri, Altônia e Icaraíma. As visitas presenciais foram suspensas pelo período que durar a Pandemia em todas as unidades do Paraná.

EQUIPE REFORÇADA

Com o novo Fluxo, uma enfermeira e uma técnica de enfermagem passaram a atuar em conjunto com o médico e A auxiliar de enfermagem do Departamento Penitenciário de Umuarama, para reforçar a triagem, isolamento e testagem dos detentos. O reforço na equipe de saúde de Umuarama foi solicitada pela Fundação Araucária/UEM, junto a 12ª Regional de Saúde.

Na Penitenciária de Cruzeiro do Oeste, a triagem é feita pela equipe multidisciplinar de saúde, composta por uma médica, um enfermeiro, três técnicos em enfermagem e um dentista.

A antiga ala feminina foi adaptada para o isolamento dos detentosDe acordo com a enfermeira da Atenção Primária e coordenadora do Programa para Pessoas Privadas de Liberdade da SESA para a 12ª Regional de Saúde, Rosi Cebrian, o trabalho conta com a parceria das secretarias municipais de saúde, para a triagem e testagem dos novos detentos.

Segundo ela, o novo fluxo contempla a triagem e o levantamento das comorbidades presentes na população privada de liberdade. “O trabalho realizado vai permitir identificar a população de risco entre os privados de liberdade e implementar medidas preventivas específicas contra o Covid-19”.

Rosi acredita que, além de minimizar o risco de contágio do novo Coronavírus, o trabalho vai significar um avanço para o setor. “Dessa forma traçaremos o perfil da saúde desse público, permitindo a implementação de ações futuras, voltadas a prevenção de doenças e promoção da saúde”, disse a enfermeira.  

*PARCERIAS*

“O Governo do Estado tem feito essa gestão desde o início da Pandemia, através da parceria entre a SESP e a SESA em todo o Paraná. Em Umuarama e região procuramos cumprir todos os protocolos e ampliar o trabalho, através de parcerias locais, com a 12ª Regional de Saúde e as Secretarias Municipais de Saúde. O objetivo é minimizar ao máximo o risco de contágio de Covid-19 e melhorar assim a qualidade de vida e de saúde da nossa extensa população carcerária”, destaca o policial penitenciário, Geraldo Andrade Coelho Pinto.

Também participaram da reunião, a secretária de Saúde de Umuarama, Cecília Cividini e o delegado da 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, Dr. Jeová Freire.

HUMANIZAÇÃO

O Mini Presídio de Umuarama foi reestruturado após o início da Pandemia. A antiga ala feminina foi adaptada para abrigar os detentos em período de isolamento.

O Parlatório ajuda a humanizar as visitas, mesmo com o distanciamento socialO Parlatório – estrutura para conferências entre presos, advogados e familiares, que possui dois ambientes separados, onde é possível se comunicar com o detento através de equipamento eletrônico de áudio e vídeo – passou a ser usado em todas as visitas sociais.

“Com a suspensão das visitas presenciais iniciamos as operações no Parlatório, que é um projeto anterior à Pandemia, mas que foi crucial neste momento de distanciamento social, especialmente no sentido da humanização da população carcerária”, destacou Andrade.

O Governo do Estado/SESA/SESP fornece EPIs e materiais de higiene O estoque de medicamentos foi reforçado em todas as unidades prisionais  A higienização com hipoclorito de sódio é realizada pelo menos três vezes por dia O ambulatório do Mini Presídio possui equipamentos de primeiros socorros 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio