Sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Jovens de Douradina doam tablets para UTI do Instituto Nossa Senhora Aparecida

Publicado em 01/06/2020 às 11:36 por Rosi Rodrigues

A advogada Caroline Vicentini Giroto e sua amiga, a mercadologa Michely Tonhi, ambas de Douradina, vieram à Umuarama, na última sexta-feira (30), especialmente para a entrega de dois tablets ao Serviço de Televisita da UTI do Instituto Nossa Senhora Aparecida - INSA. Durante a Pandemia do Covid-19, as visitas presenciais aos pacientes em tratamento intensivo foram suspensas e, desde então, adotada a Televisita, que antes era realizada através de celulares.

O coordenador da UTI-INSA, Dr. Eder Voltolini, agradeceu em nome do Hospital Nossa SenhoraA doação foi recebida com muita alegria por toda a equipe envolvida no tratamento de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva do INSA. “A visita familiar é muito importante no processo de recuperação do paciente. Sem as visitas presenciais devido ao risco de contágio do Covid-19, os tablets ajudam a melhorar a qualidade da Televisita”, disse o Coordenador da UTI, Dr. Eder Voltolini, que agradeceu às jovens em nome do hospital.

O Projeto da Televisita com Tabletes, proposto pela psicóloga hospitalar do INSA, Ana Paula Novak e a assistente social Joice Krominski Graça, visando arrecadar os equipamentos, foi apresentado para diversas empresas, sem ter sucesso. “Foi uma doação espontânea, que nos surpreendeu e alegrou”, disse a psicóloga.  

O pai da advogada Caroline, seu Antonio Marcos, passou recentemente por uma angioplastia de urgência e precisou ficar internado vários dias na UTI e também na enfermaria do INSA, que é o hospital credenciado para o tratamento de doenças cardíacas na região.

“Foi ainda mais angustiante porque não podíamos ter contato com ele. Quando soube do projeto para arrecadar dois tablets para melhorar a Televisita, resolvi contribuir na hora e chamei os amigos para ajudar”, conta. Deu tudo certo, hoje meu pai está em casa e continua se recuperando bem.

Um dos tablets foi doado pelo escritório onde Caroline trabalha, o BGL Advocacia e Consultoria Jurídica e o outro através de um grupo de amigos do WhatsApp.

Michely, que trabalha no setor de Marketing da empresa Gazin de Douradina, inspirada pelo gesto da amiga Carol, mandou mensagem para seu grupo de amigos, propondo uma vaquinha para doar o segundo tablet.

“Na mesma hora um dos amigos já se prontificou e doou o segundo tablet. Ele não quer se identificar, mas disse que o gesto é para ajudar a todos que precisam”, diz.

Os tablets já estão em uso. “Com esse projeto, nosso objetivo é que os pacientes tenham contato com seus familiares, mesmo durante esse período de pandemia. Esse contato motiva e fortalece o paciente no enfrentamento do processo de hospitalização e contribui para a melhora do estado clínico e emocional”, disse a psicóloga hospitalar do INSA, Ana Paula Novak.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio