Terça-feira, 7 de abril de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Dia 09 de Dezembro: Dia do Fonoaudiólogo, conheça algumas áreas de atuação profissional

Foto: Divulgação

O que faz um fonoaudiólogo?

Publicado em 09/12/2019 às 21:32

O fonoaudiólogo é o profissional da área da saúde que trabalha com os diferentes aspectos da comunicação humana: linguagem oral e escrita, fala, voz, audição e funções responsáveis pela deglutição, respiração e mastigação. Desenvolve atividades voltadas à promoção da saúde, prevenção, orientação, avaliação, diagnóstico e terapia. Atua também em ensino, pesquisa e consultoria.

Trabalha nos setores público e privado, em clínicas, consultórios, hospitais, home care, asilos, creches e berçários, instituições de ensino, em gestão de serviços, empresas, emissoras de rádio, TV, indústrias, dentre outros.

Para exercer a Fonoaudiologia é necessário concluir a graduação na área e possuir registro profissional ativo no Conselho Regional de Fonoaudiologia.

Áreas de atuação

São 11 as especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia. Veja o que compreende cada uma:

Audiologia: Elaborar programa de prevenção e promoção da saúde auditiva; realizar diagnóstico audiológico e reabilitação; selecionar e adaptar próteses auditivas.

Linguagem: Prevenir, diagnosticar e tratar transtornos na fala e na escrita.

Motricidade orofacial: Prevenir, diagnosticar, habilitar e reabilitar funções relacionadas à respiração, sucção, mastigação, deglutição e articulação da fala. Realizar também o aperfeiçoamento dos padrões de fala e estética facial.

Saúde Coletiva: Construir estratégias de planejamento e gestão e atuar na atenção à saúde a partir do diagnóstico de grupos populacionais.

Voz: Prevenir, avaliar, aperfeiçoar e tratar da voz falada e cantada. Auxiliar profissionais, como cantor, locutor,  jornalista, ator e professor, na postura vocal em suas atividades.

Disfagia: Diagnosticar, habilitar e reabilitar pacientes com transtornos da deglutição.

Fonoaudiologia educacional: Promover, aprimorar e prevenir alterações de linguagem oral e escrita, audição, motricidade orofacial e voz, favorecendo e otimizando o processo de ensino e aprendizagem.

Gerontologia: Prevenir, avaliar, diagnosticar, habilitar e reabilitar os transtornos relacionados à audição, ao equilíbrio, fala, linguagem, deglutição, motricidade orofacial e voz de idosos.

Fonoaudiologia neurofuncional: Avaliar, diagnosticar e reabilitar pessoas com alterações neurofuncionais, atuando nas sequelas de danos ao sistema nervoso central ou periférico.

Fonoaudiologia do trabalho: desenvolver programas de conservação auditiva; detectar e diagnosticar riscos fisiológicos em situações reais e possibilitar a permanência no trabalho sem restrição da atividade profissional.

Neuropsicologia: Prevenir, avaliar e tratar os transtornos que afetam a comunicação humana e sua interface com a cognição.

*com informações do Conselho Regional de Fonoaudiologia (2a Região SP)

Fonte: Guia do Estudante

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio