Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele

Nesta ação foram realizados testes para detecção de casos de HIV (Aids), sífilis e hepatites dos tipos B e C, que apresentam maior incidência.

Foto: PMU

Ambulatório de Infectologia estende testagem rápida a empresas locais

Publicado em 18/09/2019 às 17:06

O Ambulatório de Infectologia da Secretaria Municipal de Saúde participou da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) do Hospital Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná), ofertando testes rápidos aos funcionários da instituição na última segunda-feira, 16, das 8h às 11h.

Nesta ação foram realizados testes para detecção de casos de HIV (Aids), sífilis e hepatites dos tipos B e C, que apresentam maior incidência. Esta é uma prática rotineira do ambulatório, que atende a população diariamente em sua sede (na Rua Perobal, nº 4488, fundos do Centro de Especialidades Médicas – CEM) com exames e orientações e realiza parcerias com empresas e entidades para estender o atendimento.

No último dia 28, por exemplo, os testes rápidos foram oferecidos para pessoas acolhidas pela Apromo (Associação de Apoio à Promoção Profissional). “No período da manhã nossa equipe realizou 88 testes rápidos para sífilis, HIV e hepatites virais. Recentemente também oferecemos testes aos artistas e funcionários do circo que passou pela cidade e em parceria com o Sesc realizamos 144 testes rápidos para população no ambulatório. Graças à parceria, também ofertamos testes de glicemia e colesterol, além de orientações”, disse Maria de Lourdes Gianini, coordenadora do Ambulatório de Infectologia.

TUBERCULOSE

Além desse trabalho, o ambulatório realizou na última semana capacitação para médicos e enfermeiros da Atenção Primária em Saúde sobre tuberculose. O treinamento foi na última sexta-feira, 13, na parte da tarde, no auditório da 12ª Regional de Saúde, e contou com as orientações do médico Celso José Gomes.

O ambulatório mantém ainda um projeto-piloto de capacitação para a equipe de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, equipe administrativa e agentes comunitários voltado para a tuberculose. O curso visa capacitar os profissionais das unidades de saúde para identificar pacientes sintomáticos respiratórios – cerca de 1% da população – e avaliá-los para obter diagnóstico precoce da doença.

Sintomático é todo paciente com tosse por tempo igual ou superior a 15 dias. A busca deve ser permanente nos serviços de saúde e tem sido uma estratégia recomendada internacionalmente, pois o contágio se dá através da via respiratória. Interrompendo a cadeia de transmissão é possível reduzir a incidência da doença no longo prazo.

Segundo o Ministério da Saúde, a cada 100 sintomáticos respiratórios examinados são encontrados 3 a 4 doentes com tuberculose. O projeto capacitará os profissionais das unidades de saúde para auxiliar no apoio ao diagnóstico.

Fonte: Prefeitura Municipal de Umuarama

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio