Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele

Sintomas como cansaço, fraqueza, tontura, falta de ar, dor ou desconforto no peito devem ser investigados.

Foto: Divulgação

Diabetes aumenta até 4 vezes risco de infarto ou AVC

Publicado em 03/09/2019 às 17:39
Existem milhões de brasileiros com diabetes tipo 1 ou tipo 2. Muita gente já sabe que essas pessoas podem ter problemas de visão, falta de sensibilidade nos pés, feridas que não fecham. Mas a principal ameaça para quem tem diabetes são os problemas de coração.
 
Diabetes: os cinco erros mais comuns
Diabetes: as respostas para as 5 dúvidas mais frequentes sobre a doença
De acordo com um levantamento chamado “Quando o diabetes toca o coração”, 80% dos brasileiros com diabetes tipo 2 apresentam sinais de risco cardiovascular (tontura, dores no peito e nas pernas, falta de ar, palpitações).
 
O cardiologista e consultor do Bem Estar Roberto Kalil explica que o diabetes machuca vasos do coração. O que acontece é que o açúcar em excesso na corrente sanguínea pode lesionar os vasos, além de facilitar o acúmulo de gordura. Assim, os vasos ficam mais estreitos e o fluxo de sangue, reduzido. Isso pode levar a um evento cardiovascular.
 
Alguns fatores de risco, associados ao diabetes, aumentam o risco para doenças cardiovasculares. São eles:
 
Colesterol alto
Tabagismo
Doença renal
Pressão alta
 
E como a pessoa pode perceber que está com um problema no coração? Segundo Kalil, sintomas como cansaço, fraqueza, tontura, falta de ar, dor ou desconforto no peito devem ser investigados.
 
Praticar alguma atividade física é a indicação número um para evitar problemas cardíacos. Também é muito importante controlar o diabetes, a alimentação, ter um acompanhamento médico e tomar os remédios prescritos.
 
FONTE: G1
Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio