Sexta-feira, 27 de novembro de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

O consenso dos especialistas é que a manifestação dos sintomas durante a gestação precisa ser mais investigada e ter mais atenção por parte dos obstetras nas consultas de pré-natal

Foto: Divulgação

Quais os riscos da utilização de antidepressivos durante a gravidez?

Publicado em 27/08/2020 às 15:55 por Cléo Neres

Grávida pode tomar antidepressivos?

A maioria das pessoas reluta em aderir a tratamentos com antidepressivos. Quanto mais as grávidas!

E infelizmente muitas grávidas fumam e bebem na gravidez e a percepção de risco é menor.

O índice de grávidas depressivas é semelhante ao dos casos diagnosticados no pós-parto (entre 10 e 20%), segundo levantamento feito por 15 anos pela Sociedade de Pediatria do Canadá.

O consenso dos especialistas é que a manifestação dos sintomas durante a gestação precisa ser mais investigada e ter mais atenção por parte dos obstetras nas consultas de pré-natal. O diagnóstico precoce é essencial.

Gestantes e antidepressivos pode ser uma combinação favorável sob os cuidados de um psiquiatra

Durante a gestação, aumentam as restrições a medicamentos para as gestantes, pois podem afetar o feto, o que é correto. Porém, o psiquiatra avalia o quadro sintomático da paciente e sabe qual medição prescrever, em que dosagem, em que período da gestação, de modo que minimize os sintomas sem por a saúde da futura mamãe e de seu bebê em risco.

Antidepressivos podem ajudar a mulher depressiva a ter uma gestação sem crises!

Nos casos leves de depressão a psicoterapia cognitiva comportamental e interpessoal é a primeira escolha.

  • Existem antidepressivos que podem ser utilizados na gravidez e lactação. Alguns não devem ser tomados no primeiro trimestre, outros não devem ser tomados na amamentação, outros são relativamente seguros tanto para a gravidez inteira quanto para a amamentação.
  • É seguro. Existem classificações de segurança de medicamentos psiquiátricos na gestação, baseadas na experiência de milhões de mulheres grávidas tratadas nos últimos 50 anos e em estudos científicos sérios.
  • Em vez de adiar a gravidez, trate a depressão ! Muitas mulheres adiam a gravidez por estarem tratando a depressão; outras, estão gestantes e sofrendo os sintomas da depressão (sem medicamento) por acharem que “não dá para tratar”. E a própria depressão também pode prejudicar o desenvolvimento do feto.
  • É possível, sim, tratar a depressão durante a gestação avaliando-se criteriosamente os riscos e benefícios. Seja com antidepressivos, tratamento psicoterápico, e será muito bom para a mãe, para o bebê e toda a família.

Fonte: Psiquiatria da Mulher

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio