Segunda-feira, 4 de julho de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Marcos Eduardo acordou ao ouvir a voz da mãe, no Dia das Mães.

No Dia das Mães, paciente acorda do coma e comove a mãe e a equipe da UTI do Hospital Cemil

Publicado em 10/05/2022 às 13:46 por Editoria Movimento Saúde

O jovem Marcos Eduardo Correia Aparecido, de 21 anos, foi vítima de um grave acidente de automóvel, no último dia 28 de abril, onde sofreu múltiplas fraturas. Ele chegou inconsciente ao Hospital Cemil e foi encaminhado para a UTI adulto, depois de passar por atendimentos de emergência e uma cirurgia abdominal.  

Marcos permaneceu intubado e sedado por vários dias até que, no último domingo (8), Dia das Mães, acordou ao ouvir a voz de sua mãe, Dona Celma, que foi visitar o filho e conversou com ela. A primeira palavra que Marcos Eduardo disse foi: "Mãe". 

“Foi um momento emocionante para toda a equipe. Devolver um filho para sua mãe é sempre especial, no dia de hoje – Dia das Mães - ganhou um sentido único”, conta a médica intensivista, Dra. Fabiana Balbino Sant’Ana Fuck. (CRM 21.517 - RQE 15.576 - RQE: 20.217). 

Segundo ela, esse encontro inesquecível foi possível graças ao trabalho das equipes da UTI. “O paciente chegou em estado crítico, demandando cuidados intensivos e nossa equipe não mediu esforços para salvá-lo.  

Passado o momento mais crítico e com a dor sob controle, no sábado iniciamos a redução da sedação. Com a boa evolução, no domingo foi possível retirar os tubos que ajudam a manter as funções vitais ativas, como a respiração. Ao ver a mãe, ele conversou e comoveu a ela e a todos nós”, disse a Dra. Fabiana.  

O ACIDENTE

Marcos Eduardo estava com a esposa Maria Lúcia Ramos Cheffer, a Malú, de 23 anos, no momento do acidente. Eles têm um filhinho, o Gael, de 1 ano e 6 meses, moram em Umuarama e trabalham como representantes comerciais de cosméticos. O casal tinha acabado de fazer uma entrega em Santa Eliza quando o acidente ocorreu. A jovem fraturou a mão e teve escoriações apenas.  Marcos Eduardo e Malú tem um filhinho, o Gael e 1 ano e 6 meses.

“Foi tudo muito rápido. Fizemos a entrega e seguimos sentido à Umuarama. Não sei se ele foi desviar de um buraco ou de algum animal na pista, mas perdeu o controle e o veículo tombou na pista”, conta a esposa, que também ficou desacordada no acidente.  

Os dois foram socorridos por equipes do SAMU e levados ao Pronto Socorro do Hospital Cemil. Já recuperada, Malú se reveza com Dona Celia nos cuidados com o Marcos na UTI do Hospital Cemil. 

“Os pacientes que estão conscientes, permanecem acompanhados de familiares durante o dia. Isso ajuda a humanizar o atendimento e os cuidados com o paciente durante a internação e ensina o familiar como prosseguir com esses cuidados após a alta hospitalar”, disse a Dra. Fabiana.  

“Desde o momento que chegamos até agora fomos cercados por todos os cuidados e atenção possíveis. Aqui na UTI, encontramos um tratamento humano, solidário e um ambiente acolhedor de verdade. Eles torcem junto com a gente e se emocionam com cada evolução do meu esposo. Isso traz muito conforto”, disse Malú.  

De acordo com a equipe médica, o paciente ainda precisa de cuidados intensivos. O paciente permanece internado na UTI, sem previsão de alta, mas com boa evolução.  

SOBRE 

A Dra. Fabiana Balbino Sant’Ana Fuck (CRM 21.517 - RQE 15.576 Clinica Médica - RQE: 20.217 Medicina Intensiva e Pós graduada em Cuidados Paliativos), atende no Hospital Cemil e na Clínica Alliance.

Dra. Fabiana Balbino Sant’Ana Fuck

CLIQUE PARA SABER MAIS

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio