Segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Médico fala sobre erros que podem comprometer o tratamento bariátrico

Publicado em 23/11/2021 às 15:45 por Editoria Movimento Saúde

Emagrecer é um processo gradativo em que é preciso ter paciência e foco para se alcançar os resultados desejados. Mesmo aqueles pacientes que passam pela cirurgia bariátrica precisam entender que o procedimento não é milagroso e que depende também da dedicação e das práticas corretas no pós cirurgia.

O médico cirurgião bariátrico (CRM/PR 17207|RQE21422) e nutrólogo (RQE 21421), Dr. Fábio Carvalho, fala sobre os principais erros que podem comprometer o tratamento bariátrico e como superá-los. 

O primeiro erro é estabelecer metas que não são realistas. “É preciso trabalhar com uma meta de perda de peso progressiva e por degraus. Quando as pessoas ganham peso, não é do dia para a noite. Perder peso é a mesma coisa, por isso, as metas devem ser traçadas de forma inteligente para que o paciente não se frustre”, analisa o médico.

Outro erro comum é a falsa ideia de que em um ou dois meses de tratamento será possível perder peso rapidamente. “Cinco, dez quilos são números altos e que dificilmente o paciente perderá em tão pouco tempo de tratamento”, pondera.

Achar que é possível fazer a famosa compensação de calorias é outro erro que a maioria das pessoas comete. “Se hoje comi demais, tomei muita bebida alcoólica, doces, amanhã irei correr por uma hora e gastar todas essas calorias, pensa o paciente”. O corpo não funciona dessa forma.

“Parte dessas calorias serão utilizadas pelo nosso corpo, outra parte será reservada na gordura, e essas calorias não são perdidas tão facilmente. Nem mesmo com uma corrida de uma hora de duração, por exemplo”, explica o especialista.

Os alimentos e seus nutrientes

É importante que as pessoas se interessem e se informem sobre as características dos alimentos que consomem. “As pessoas geralmente não sabem o que é um carboidrato, proteína, fibra e o quanto deve-se comer de cada um desses. Isso influencia diretamente em como nosso organismo irá funcionar e como nosso corpo irá usar e reservar a energia desses alimentos”, ressalta Dr. Fábio Carvalho.

Dr. Fábio Carvalho - Cirurgião Bariátrico

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio