Segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

“Prevenção do câncer de mama deve começar na puberdade”, recomenda especialista

Publicado em 15/10/2021 às 14:00 por Editoria Movimento Saúde

A Campanha Outubro Rosa avança o mês trazendo informações e dicas sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. A campanha é tradicional e tem como alvo principal mulheres com mais de 40 anos de idade. Para o médico ginecologista Dr. Carlos Lisboa (CRM 16.265), esse cuidado deve começar bem antes, ainda na fase da puberdade.

“É na adolescência que a menina começa a aprender a conhecer o próprio corpo, a observar o crescimento das mamas, as mudanças no corpo. A prevenção do câncer de mama deve começar na puberdade, logo após o início da primeira menstruação”, recomenda o médico.

Segundo ele, a primeira consulta ginecológica deve acontecer ainda na adolescência. “Além de verificar se está tudo em ordem com a saúde ginecológica da menina, o médico verifica o desenvolvimento das mamas e dá orientações sobre a realização do autoexame. Nessa fase, o corpo passa por grandes transformações. Isso pode gerar incômodos e também muitas dúvidas”, pondera.

Ao longo da vida, as transformações no corpo da mulher não param. “Menstruação, início da vida sexual, gravidez, desejada ou não, ou alterações nas mamas são transformações em que o acompanhamento médico e autoconhecimento da mulher será importante”, aponta Dr. Carlos.

O câncer de mama em mulheres jovens é mais raro, porém acontece. “Por isso mesmo a prevenção deve começar o quanto antes. O câncer de mama não apresenta sintomas no início. O autoexame vai mostrar alterações indicativas de tumores, que se diagnosticado precocemente tem as chances de cura aumentadas”, explica o ginecologista. 

Nem todo incômodo nas mamas está associado ao câncer e nem todo tumor é maligno. “Se no exame clínico o médico suspeita de algum sintoma, ele pode solicitar exames complementares, como ultrassom, ressonância e mamografia, para auxiliar no diagnóstico e dar início ao tratamento adequado”, diz o médico.

Dr. Carlos Lisboa - Ginecologista e Obstetra

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio