Segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Saúde do homem não se resume à próstata, diz urologista

Publicado em 20/08/2021 às 13:40 por Editoria Movimento Saúde

Quando se fala em saúde masculina, a primeira coisa que vem em mente são os problemas de próstata, especialmente o câncer, de tal forma que a Campanha Agosto Azul se tornou praticamente uma campanha de prevenção ao câncer de próstata, e demais doenças do órgão.  “Mas a saúde masculina não se resume à próstata”, destaca o médico urologista, Dr. Ítalo Fioravanti Junior (CRM-PR 17289 | RQE: 11424).

No mês da prevenção e dos cuidados com a saúde do homem, ele chama a atenção para questões hormonais, que afetam a saúde masculina. “É importante que os homens façam seus exames. Principalmente após os 50 anos, alguns homens desenvolvem a Andropausa Precoce”, orienta o especialista.

Conhecido no meio médico como distúrbio androgênico do envelhecimento masculino, a andropausa precoce é causada pela diminuição dos níveis do hormônio testosterona em homens e isso pode ocorrer mesmo antes de 50 anos, e pode acarretar problemas de infertilidade, queda da libido, irritabilidade, desânimo para o trabalho, além de osteoporose e outras doenças nos ossos.

“Não apenas com relação à parte urológica, o especialista pode orientar quando existem indicações para consultar um cardiologista, oftalmologista, ou outras áreas médicas”, enfatiza o médico.

“Saúde é muito abrangente, portanto, seja pelo surgimento de doenças decorrentes da andropausa, seja por outras causas, a prevenção deve fazer parte da rotina masculina, como ocorre com mais frequência entre as mulheres. E cabe ao urologista avaliar e orientar para que o paciente faça o seguimento adequado, com exames preventivos”, reforça Dr. Ítalo.  

Dr. Ítalo Fioravanti Junior - Urologista

 

Imagem ilustrativa: depositphotos

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio