Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Urologista dá três dicas para a saúde da próstata

Publicado em 06/08/2021 às 08:00 por Editoria Movimento Saúde

Com o passar o tempo, ocorre o crescimento natural da próstata - uma glândula que só os homens têm, localizada na parte baixa do abdome. Além desse aumento, e às vezes em consequência dele, a próstata pode desenvolver algumas patologias bastante comuns, sendo que as principais são: prostatite e dois tipos de tumores: benigno (HPB) e maligno. 
Como forma de chamar a atenção para a importância da prevenção, o médico urologista, Dr. André Garcia (CRM/PR 25.770 / RQE 20.247), preparou três dicas importantes sobre a saúde da próstata. 

1 - Alimentação equilibrada reduz as chances de desenvolver doenças da próstata
“Procure consumir mais frutas, verduras e cereais integrais no seu dia a dia. Beber com moderação, evitar o excesso de sal e gorduras e ficar longe do cigarro ajudam a manter a saúde da próstata e evitar uma série de doenças”, alerta o especialista. 

2 - Pratique atividades físicas regularmente
“Procure uma atividade que você goste: caminhada, corrida, ginástica, musculação, alongamento, andar de bicicleta... e faça uma planilha de atividades. O ideal é fazer, pelo menos, 30 minutos de atividade física diariamente”, aponta o médico.  

3 - Consulte o especialista pelo menos uma vez por ano
“Não deixe para procurar o urologista somente quando tiver sintomas. A maioria das doenças da próstata tem tratamento e são mais facilmente curadas quando descobertas no início. O diagnóstico precoce salva vidas. Converse com seu médico”, aconselha Dr. André Garcia.

CÂNCER DE PRÓSTATA
Entre as doenças da próstata, a câncer é, sem dúvida, a que mais amedronta os homens, e com razão, já que segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca) 65,8 mil homens devem ser diagnosticados com câncer de próstata neste ano no Brasil.
"Mas é importante ressaltar que consultas de rotina e exames preventivos estão entre os fatores mais importantes para diminuir a incidência de casos mais graves da doença", diz o especialista.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio