Sábado, 16 de fevereiro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

Efeitos do horário de verão no organismo podem durar até 30 dias

Publicado em 19/10/2017 às 17:57 por Rosi Rodrigues

O Horário de Verão começou e com o adiantamento dos relógios, as pessoas deveriam dormir antes do habitual e acordar uma hora mais cedo. Isso, em tese. Contudo, o relógio biológico não funciona bem assim e muita gente sofre com os efeitos da mudança, que podem demorar até 30 dias para desaparecer.O médico Dr. José Joarez de Siqueira Júnior afirma que em algumas pessoas os efeitos podem durar até 30 dias

Alterações no horário do sono podem provocar reações no organismo, como sonolência durante o dia, insônia à noite, cansaço, fala de apetite. Mau humor, estresse e irritação, são comuns.

“Náuseas, vômitos, alteração na pressão e outros sintomas são frequentemente constatados no consultório após a chegada ou o fim do horário de verão. Ansiedade, queda na produtividade durante o trabalho, estresse também são consequências comuns quando ocorre mudanças no ritmo do nosso organismo”, explica o médico Dr. José Joarez de Siqueira Júnior (CRM 35708).

Os cientistas identificaram uma espécie de “desordem temporal interna”, influenciada pelo ambiente de claridade e escuridão. Isso afeta significativamente o organismo.Os idosos sentem ainda mais a mudança de horário

Segundo o médico, os idosos sentem ainda mais esses efeitos. “Os idosos ficam mais desorientados, pois estão acostumados a dormir logo que escurece e no horário de verão a luz permanece por mais tempo”, salienta.

Também há o efeito psicológico. “Algumas pessoas ficam ansiosas e, com medo de não acordarem para seus compromissos, perdem o sono ou dormem mal.  No dia seguinte o corpo sente as consequências da noite mal dormida”, diz.

Os efeitos negativos da mudança de horário podem durar entre 20 e 30 dias. “Algumas pessoas são mais suscetíveis, outras se acostumam mais rápido. Isso varia de acordo com o organismo”, destaca o médico.

O que fazer?

  • Nossos hormônios são regulados pelo ritmo do dia, pela claridade do sol e pela escuridão da noite. Para evitar a sonolência e o mau humor no horário de verão, a dica é dormir pelo menos dez minutos mais cedo a cada dia, durante dez dias.
  • Escolher um ambiente escuro, silencioso, com boa temperatura todos os dias também ajuda muito a melhorar a qualidade do sono.
  • Outra dica de ouro para não perder o sono é evitar fazer exercícios três horas antes de dormir.
  • Alimentos que contenham cafeína, bebidas alcóolicas, cigarros e outros estimulantes devem ser evitados antes de dormir.
Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio