Terça-feira, 22 de janeiro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

Foto: André Luiz Rocha

O hábito de fumar é um verdadeiro estopim para doenças cardíacas

Publicado em 02/10/2017 às 09:00 por Rosi Rodrigues

O tabagismo é um dos principais inimigos do coração. Aliado a uma dieta rica em gorduras e pobre em fibras e ao sedentarismo, o cigarro é um verdadeiro estopim para diversas doenças cardiovasculares. O cardiologista, Dr. Claudio Francisconi (CRM 24129) alerta para os perigos do cigarro para o coração.

Fator de risco de graves doenças pulmonares e para o aparecimento de uma série de tipos de câncer,  o cigarro é ainda um dos maiores agressores do endotélio, uma fina parede de células que recobre os vasos sanguíneos.

“Essa agressão diária interfere na formação do óxido nítrico, o que deixa o endotélio vascular cada vez mais vulnerável ao acúmulo de gordura”, explica o cardiologista, Dr. Claudio Francisconi (CRM 24129).

Essas alterações favorecem a formação da placa de colesterol, que é a principal causa de infarto.

Cigarro e anticoncepcional pode ser uma mistura letal

Para as mulheres que fumam e tomam anticoncepcional, o tabaco é ainda mais perigoso. A mistura pode ser letal, pois aumenta a propensão a acidente vascular cerebral e trombose pulmonar e de membros. O tabagismo é um dos fatores de risco para o infarto do miocárdio.

Nenhuma quantidade é segura

Os cardiologistas do Instituto do Coração são unânimes: nenhuma quantidade de tabaco é segura.

“Um único cigarro por dia pode trazer malefícios irreparáveis à saúde ao longo do tempo. Um bom exemplo são os fumantes passivos, que podem sofrer os mesmos malefícios, apenas convivendo com quem fuma diariamente”, ressaltou o Dr. Claudio.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio