Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Renilde

Bombeiros e socorristas do SAMU ensinaram noções básicas de prevenção e como agir em caso de sufocamento de bebês

Campanha 'Não passe sufoco' termina com balanço positivo. Mais de 500 pessoas participaram

Publicado em 31/08/2017 às 16:00 por Rosi Rodrigues

A Campanha 'Não Passe Sufoco' reuniu cerca de 500 pessoas em diversos eventos e reuniões realizadas com diferentes segmentos da sociedade, ao longo de agosto. Um balanço das ações foi apresentado nesta quarta-feira, 30, na Secretaria de Saúde de Umuarama. 

A campanha foi uma parceria entre Secretaria Municipal da Saúde, Rádio Inconfidência e toda a imprensa local, Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).  “Foi uma campanha muito positiva, que levou informação a centenas de pessoas. Estas, por sua vez, vão espalhar o conhecimento sobre as técnicas de socorro de crianças engasgadas com alimentação – um fato corriqueiro, infelizmente, que por vezes deixa vítimas fatais, principalmente recém-nascidos”, disse a secretária da Saúde, Cecília Cividini.

Os dados foram apresentados pela jornalista Luiza Lima, pela enfermeira Selma Azevedo, pelo técnico de enfermagem do Samu, Vagner Reis, e pela diretora da Secretaria de Saúde, Renata Campagnoli. Entre as atividades foram realizadas palestras no Centro Cultural Vera Schubert (para agentes de saúde, gestantes e puérperas) e no auditório do Corpo de Bombeiros (para profissionais de saúde – enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem das Unidades Básicas de Saúde, funcionários dos planos de saúde e alunos de cursos técnicos).

Também ocorreram palestras para gestantes e puérperas nas unidades de saúde do Jardim Panorama, Posto de Saúde Central e outras unidades – UBS da Praça Anchieta, 1º de Maio, Bem Estar, Cohapar I, II e III, Guarani, Jabuticabeiras, Jardim Lisboa, 26 de Junho, Cidade Alta, Parque Industrial, Conjunto Ouro Branco, San Remo, Vitória Régia, Centro Saúde Escola e nos distritos de Serra dos Dourados, Lovat, Vila Nova União, Santa Eliza, Roberto Silveira e Nova Jerusalém.

Muitas unidades já contam com grupos de gestantes, com encontros periódicos, então a mobilização foi bem prática, com grande alcance. “Acreditamos que com informação confiável e conhecimento sobre como agir numa emergência, como o engasgamento de crianças, os casos não devem se agravar. Agora, muitas pessoas saberão como agir caso seja necessário”, comentou a enfermeira Selma Azevedo.

A campanha terá continuidade nas UBS, através dos grupos de gestantes e sempre que a coordenação achar necessário serão propostas e realizadas ações. “Inclusive a Câmara de Vereadores deve votar uma data especial de mobilização, que será colocada no calendário da cidade. Além disso, estudaremos melhorias para aumentar a abrangência na campanha do ano que vem”, completou a jornalista Luíza Lima.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio