Terça-feira, 27 de outubro de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

44% das mulheres revelam ter dificuldade com a autoestima

Foto: Divulgação

Como elevar a autoestima feminina de forma prática?

Publicado em 14/03/2019 às 17:39 por Rosi Rodrigues

Espelho, espelho meu, existe alguém mais exigente do que eu? Sim, existe! Neste momento, existem milhões de mulheres angustiadas pela própria aparência e desconectadas da sua própria essência.

A mulher moderna assume diversos papéis na sociedade e acumula funções: estuda, trabalha, faz pós-graduação, cuida da casa, dos filhos e precisa encontrar tempo para estar com as amigas de vez em quando. Por conta disso, pode sentir-se exigida e culpada por não conseguir dar conta de tudo e pior: acaba esquecendo dela mesma! E é neste momento que nasce a frustração e isso respinga em diversas áreas da vida, abalando a autoestima feminina de maneira considerável.

No ano de 2012, uma pesquisa apresentada no Congresso Europeu de Terapia Cognitivo Comportamental, apontou os efeitos que a baixa autoestima podem causar. Foram entrevistadas 1.086 mulheres e 44% delas revelaram ter dificuldade com a autoestima e os dados são alarmantes: 59% vivem conflitos em suas relações amorosas, 89% sofrem com dores musculares e dor de cabeça, 26% apresentam problemas gastrointestinais e 46% sofrem com depressão.

Como elevar a autoestima feminina de forma prática?
Perfeccionismo: um grande inimigo vestido de bom moço!
Desde cedo, desenvolvemos a crença que precisamos ser melhores em tudo e cometer erros é sinônimo de fracasso. Dessa forma, anulamos características positivas e talentos naturais. O primeiro passo para combater essa tendência é tomar muito cuidado com o perfeccionismo – um verdadeiro sabotador que muitas vezes é mascarado como uma característica positiva. Maneire nas autocríticas. Abra a mão da necessidade de ser perfeita e entenda que errar é fundamental no processo de aprendizagem.

Comparações: uma grande perda de tempo
É preciso desconstruir, diariamente, um paradigma social que fomenta a competição e a comparação entre as mulheres. A comparação só traz ciúmes, inveja, sofrimento e diminuição da autoestima. Entenda que existe espaço para todas brilharem, sendo quem são.

Encontre sua verdadeira essência
Dedique-se a saber quem você é de verdade. Quais são seus reais valores, sonhos, desejos e, principalmente, dons e talentos. Procure sempre focar nas características positivas e trabalhar para melhorar os aspectos que você não gosta. Evite perder energia lutando contra si mesma.

Reconheça seu poder pessoal

Se você é mulher e sente que chegou o momento de resgatar sua confiança, valores e identidade, venha resgatar todo seu potencial feminino de forma prática. 

Fonte:http://www.sbie.com.br

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio