Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Feridas pelo corpo também são marcas deixadas pela Covid

Publicado em 30/08/2021 às 11:39 por Editoria Movimento Saúde

Que o novo coronavírus deixa sequelas àqueles que são contaminados não é novidade. No entanto, os problemas que a doença traz ao corpo humano podem refletir na pele com o aparecimento de feridas, que podem variar de leves a graves, com comprometimento total do tecido. 

A estomaterapeuta Veniangeli Bernardi (Coren/PR 22.986) explica que as lesões por pressão podem aparecer em pacientes contaminados pela Covid-19 que passaram por longo período de internação. “Ainda que todos os protocolos sejam adotados pela equipe de saúde o paciente pode sofrer com lesões, devido à gravidade do caso e do processo inflamatório sistêmico da doença. Essas feridas podem ir de superficial a grave, envolvendo tendões, músculos e até ossos”, detalha. 

As lesões por pressão acontecem em áreas de proeminência óssea, como atrás da cabeça, calcâneo e costas. Em pacientes colocados em posição de prona (barriga para baixo) para ventilação pulmonar, as lesões podem aparecer no queixo, testa, face, joelhos e até mesmo no peito do pé. 

Como tratar as lesões

Veniangeli esclarece que toda ferida é dividida em etapas e que, para uma boa cicatrização, alguns cuidados são necessários. “A lesão só irá cicatrizar se estiver limpa e com carga bacteriana controlada. Nosso trabalho é cuidar para que isso aconteça e orientar os pacientes e cuidadores para o tratamento em casa”, aponta.

1ª etapa - Controle de umidade, carga bacteriana e limpeza da lesão;
2ª etapa - De proliferação, onde há o preenchimento da ferida com tecido de granulação (tecido vermelho, vivo e saudável);
3ª etapa - Epitelização – fase de fechamento da ferida com a formação de uma nova pele; 
4ª etapa - Aumento da Força tensil do tecido – quando o tecido cicatrizado ganha resistência. 

Cada etapa exige diferentes cuidados, por isso, é importante um acompanhamento especializado.

A importância da alimentação

 A especialista destaca a importância de uma boa alimentação para o processo de cicatrização das lesões. “Proteínas, sais minerais, carboidratos e vitaminas são essenciais para o processo de cicatrização da ferida. O corpo precisa estar saudável para fornecer as substâncias necessárias, por isso, é importante que pacientes que passaram longos períodos internados e apresentaram feridas pelo corpo tenham o acompanhamento de um profissional”, conclui.

Veniangeli Bernardi - Estomaterapeuta

Foto - Hudson Fernando/divulgação

 

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio