Segunda-feira, 18 de novembro de 2019

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Fabio de Carvalho
Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

É comum o pensamento de que pessoas com a pele mais escura não precisam se proteger da exposição solar. Cuidado!

Foto: Divulgação

Tratamento e prevenção para o câncer de pele em negros: descubra os cuidados necessários

Publicado em 30/12/2018 às 11:40

Com números crescentes no Brasil e no mundo, o câncer de pele é o tipo com maior incidência no país, de acordo com pesquisa do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Mesmo que essa doença seja mais comum em peles claras, diferente do que muitos imaginam, também é possível desenvolver em peles negras de forma ainda mais agressiva: o melanoma acral. Em conversa com o oncologista curitibano Fernando Makishi, o Dermaclub tirou algumas dúvidas para entender o porquê e como prevenir. Confira!

Pele negra possui menor probabilidade de desenvolver câncer! Entenda o motivo

É comum o pensamento de que pessoas com a pele mais escura não precisam se proteger da exposição solar. Cuidado! De acordo com o oncologista, a melanina - pigmento natural da pele, presente em grande quantidade em peles negras - bloqueia os raios ultravioletas, evitando que eles atinjam o DNA do núcleo da célula. “Dessa forma, o DNA fica preservado e não ocorrem as mutações que geram a célula do câncer. Mas a melanina faz essa barreira apenas até certo ponto! Portanto, a exposição excessiva ao sol também danifica a pele escura sim”, explicou.

Fique alerta! Peles negras também têm risco de câncer de pele

Devido a melanina, que oferece uma proteção natural à pele, a probabilidade do surgimento de câncer é menor nas peles mais escuras do que nas claras. Porém, Dr. Fernando afirma que o risco existe, não só pela exposição excessiva ao sol, mas também devido a fatores genéticos. A pele negra está suscetível a todos os tipos de câncer existentes, mas ela possui uma tendência maior em desenvolver um melanoma particular: o lentiginoso acral. Esse tipo da doença se manifesta nas palmas das mãos e plantas dos pés, de forma agressiva e com crescimento rápido. “Caso não seja diagnosticado precocemente, o risco de metástase (disseminação para outros órgãos) é bastante elevado”, contou o médico.

Tratamento e prevenção para o câncer de pele em negros: descubra os cuidados necessários

Geralmente, o tratamento para o câncer de pele mais escolhido é a cirurgia. E, segundo o médico, a radioterapia ou quimioterapia são uma opção dependendo do tipo e estágio em que se encontra a doença. Já para prevenir o aparecimento do câncer, os cuidados essenciais são o uso do filtro solar, evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h, usar bonés e óculos de sol, além de vestir roupas com tecido de proteção UV.

Fonte: Derma Club

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio