Terça-feira, 5 de julho de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Ações de educação para o trânsito devem ser permanentes em Umuarama

Publicado em 30/05/2022 às 11:38 por Editoria Movimento Saúde

A Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito e Mobilidade Urbana (Sestram) – que reúne a Guarda Municipal e a Diretoria de Trânsito (Umutrans) – encerrou na manhã desta segunda-feira, 30, a programação da campanha Maio Amarelo com uma palestra aos idosos do programa Vida Ativa Melhor Idade que se reúnem no Salão Santa Clara, da Igreja São Francisco de Assis. A campanha termina com o mês de maio, mas ações de educação para o trânsito devem ser permanentes em Umuarama. 

“As ações da campanha terminam hoje, mas o cuidado com a vida no trânsito deve continuar. Crianças e idosos são as maiores vítimas de atropelamentos e em Umuarama, neste ano, já tivemos duas mortes de pessoas com idade mais avançada entre as cinco vítimas fatais do trânsito”, destacou a diretora da Umutrans, Dianês Maria Piffer.

As ações de educação para o trânsito devem ser permanentes em UmuaramaA palestra desta segunda teve a participação do instrutor de trânsito do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/ Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), Everton Luiz Pereira. “Segurança no trânsito é um tema que não pode sair de evidência. Por ano mais de 1,3 milhão de pessoas morrem em todo mundo, vítimas de acidentes – são mais de 100 mil por mês, praticamente a população de Umuarama”, lembrou Dianês.

O Maio Amarelo surgiu no Brasil, criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária em 2014, e aos poucos ganhou o mundo para conscientizar a população sobre a responsabilidade de cada um para um trânsito mais seguro, dado o alto índice de mortos e feridos em acidentes – principalmente jovens.

O trânsito mata mais que muitas doenças, inclusive o câncer, e são mortes evitáveis – diferente das doenças. Só neste ano já morreram cinco pessoas nas ruas da cidade. Em todo o ano passado os acidentes mataram nove pessoas – mesmo saldo de 2021 e abaixo de 2019, que teve 15 mortes. Conforme dados da Polícia Militar, Umuarama teve 216 acidentes entre janeiro e março deste ano. No total, 2021 teve 985 atendidos pela PM.

“Os condutores hoje andam muito desatentos, com atenção no celular enquanto dirigem, e acabam cruzando preferenciais, passando no sinal vermelho e isso tem provocado mais acidentes. Por isso o idoso deve redobrar a atenção ao cruzar uma rua ou avenida, olhar dos dois lados, esperar os carros passarem – mesmo na faixa de pedestres – e só atravessar com total segurança”, orientou a diretora de trânsito.

Neste ano, após a pausa causada pela pandemia, o Maio Amarelo voltou com ações presenciais e teve blitze educativas e de fiscalização, orientações em entradas e saídas de escolas, distribuição de material educativo, conscientização de grupos específicos e na atividade ‘Vou de Bike’, ações nas feiras do produtor, no Lago Aratimbó, no campus III da Universidade Paranaense (Unipar), além palestras e uma simulação de acidente com encenação.

A campanha reuniu a Sestram (guardas, inspetores e agentes de trânsito), Polícia Militar, Sest/Senat, 20ª Ciretran/Detran, Corpo de Bombeiros, Samu e Secretaria de Esportes e Lazer (Smel), entre outros parceiros.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio