Terça-feira, 5 de julho de 2022

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André
Anúncio - INSTITUCIONAL

Umuarama tem 19 pessoas em tratamento de tuberculose, seis contraíram este ano

Publicado em 25/03/2022 às 08:55 por Editoria Movimento Saúde

Nesta quinta-feira (24) foi o Dia Mundial de Combate à Tuberculose e a data foi comemorada com palestra do médico Celso José Gomes, apresentada aos usuários da Apromo Albergue. Ele relata que existem hoje 19 pessoas fazendo tratamento de tuberculose no Ambulatório de Infectologia de Umuarama – só de janeiro até agora foram confirmados seis novos casos.

Dr. Celso explica que a tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas que também pode atingir outros órgãos como ossos, rins e as meninges (membranas que envolvem o cérebro). “Desde 1982 a Organização Mundial de Saúde reconhece a data, que marca os 100 anos do descobrimento do bacilo de Kock, causador da doença. Os números no mundo são alarmantes: são 8,8 milhões de doentes e 1,1 milhão de mortes por ano”, alerta.

O médico registra que, embora seja uma doença passível de ser prevenida, tratada e mesmo curada, ainda mata cerca de 4,7 mil pessoas todos os anos no Brasil. “Um grande problema é que cada paciente com tuberculose pulmonar que não se trata, pode infectar em média 10 a 15 pessoas por ano, ao tossir, espirrar e até ao falar. O principal sintoma é a tosse por mais de duas semanas, mas também pode vir acompanhada de febre no final da tarde, suor noturno, inapetência (falta de apetite) e emagrecimento acentuado”, detalha.

Alguns pacientes, entretanto, não exibem nenhum indício da doença, enquanto outros apresentam sintomas aparentemente simples, que não são percebidos durante alguns meses. Gomes indica que a doença pode ser confundida com uma gripe, por exemplo, e evoluir durante 3 a 4 meses sem que a pessoa infectada saiba, ao mesmo tempo em que transmite a doença para outras pessoas. “A transmissão da tuberculose é direta, de pessoa a pessoa. O doente expele pequenas gotículas que podem ser aspiradas por outro indivíduo”, esclarece.

Dr. Celso Gomes é responsável pelo programa de combate à tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde. Para lembrar a data, ele apresentou palestras no dia 14 no Centro de Atendimento Psicossocial – Álcool e Drogras (Caps-AD), no dia 18 no Centro Pop e DIA 25 na Apromo. O trabalho segue no dia 28 no Hospital Santa Cruz, no dia 30 no Caps II – Sesc e no dia 31 novamente no Hospital Santa Cruz.

Maria de Lourdes Gianini, coordenadora do Ambulatório de Infectologia, chama a atenção da população para o fato de que não existe vacina contra tuberculose para adultos. “A BCG é obrigatória para menores de um ano, pois protege as crianças contra as formas mais graves da doença. Mas para os adultos a melhor forma de prevenir é fazer o diagnóstico precoce e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível, lembrando que com 15 dias após iniciado o tratamento, a pessoa já não transmite mais a doença. O tratamento deve ser feito por um período mínimo de 6 meses, diariamente, sem nenhuma interrupção e só termina quando o médico confirmar a cura total do paciente”, afirma.

SERVIÇO – AMBULATÓRIO DE INFECTOLOGIA DE UMUARAMA – Rua Perobal nº 4488 – Fundos do Centro de Especialidades Médicas – Telefone: (44) 3906-1033

Fonte: PMU

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio