Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - André

Mulher que amamenta tem menos risco de desenvolver câncer

Publicado em 25/08/2021 às 16:21 por Editoria Movimento Saúde

Amamentar é um ato de amor e cuidado com o bebê, mas o que poucas mulheres sabem é que a amamentação, além da nutrição para o bebê, oferece benefícios para as mães, prevenindo doenças como câncer de mama e ovários. Em alusão ao Agosto Dourado, mês de incentivo à amamentação, a médica ginecologista e mastologista Dra. Josiane Rahal (CRM/PR 17168 |RQE: 10793) falou sobre as vantagens que a prática pode trazer para a saúde da mulher.

“A mulher que amamenta tem menos riscos de desenvolver câncer de mama e ovários, porque durante o período de aleitamento as taxas de alguns hormônios causadores de câncer são reduzidas, e há a renovação das células com algum tipo de lesão em seus materiais genéticos. Com isso, o risco do aparecimento de um câncer de mama se reduz em até 4,3% a cada 12 meses de amamentação, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria”, explicou a médica.

A médica Josiane Saab Rahal esclarece que a amentar reduz o risco de vários tipos de câncerJá para o útero, a amamentação impede a ovulação. E quanto menos a mulher ovula, menor a exposição ao estrogênio e às células anormais que podem se tornar um câncer.

Além disso, a amamentação faz o útero voltar ao tamanho normal mais rápido. “A sucção do bebê na mama produz a liberação do hormônio ocitocina no corpo, contraindo assim a musculatura do útero”.

Outro benefício é a redução do risco de hemorragia pós-parto.  A ocitocina diminui o sangramento nesse período de recuperação da mulher. “Vale ressaltar que a anemia é uma doença comum em mulheres no período pós-parto, e como amamentar reduz a perda sanguínea, os riscos do desenvolvimento da doença também são diminuídos, disse a Dra. Josiane.

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio