Sexta-feira, 25 de setembro de 2020

(44) 2031-0399

(44) 9 9907-2342

Anúncio - Dr Ronaldo
Anúncio - Gisele
Anúncio - Movimento Saúde

Prazo do Ministério da Saúde era 30 de junho, mas foi prorrogado por não ter atingido a meta em todo o país

Foto: Prefeitura Municipal de Umuarama

Em Umuarama terá ações na reta fina da campanha

Publicado em 23/07/2020 às 10:20

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe está chegando ao final – o prazo estabelecido pelo Ministério da Saúde é 30 de junho – e a Secretaria Municipal de Saúde planejou algumas ações para atender a população de Umuarama que ainda não se vacinou, independente de pertencer aos grupos prioritários.

Uma das ações aconteceu na Feira do Produtor desta quarta-feira, ao lado do Estádio Municipal Lúcio Pipino (na Avenida Dr. Ângelo Moreira da Fonseca). Uma equipe do setor de Atenção Primária se deslocou até a feira para abordar consumidores e oferecer a dose para quem ainda não havia recebido a imunização.

Outra ação prevista é um drivetrhru de vacina da Prefeitura, na rua entre o Centro Cultural Vera Schubert e o Paço Municipal, nesta quinta-feira, 23 – com o apoio da Guarda Municipal para a organização e controle do trânsito. “A partir das 8h30 da manhã vamos abordar pessoas que caminham pela calçada no horário comercial e também veículos que transitarem pela via pública. A equipe oferecerá a vacina da gripe para aqueles que ainda não foram imunizados”, disse o diretor de Atenção Primária em Saúde, Elizeu Ampessan.

O Ministério da Saúde informa que a campanha foi prorrogada por não ter atingido a meta em todo o país. A última fase teve início em 11 de maio, com prioridade para pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade. A meta é vacinar 90% dos grupos prioritários.

Em todo o país foram distribuídos mais de 80 milhões de doses da vacina para garantir a imunização do público-alvo da campanha. O governo federal investiu R$ 1,1 bilhão na aquisição das doses para as três fases. A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos, e ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.

Fonte: PMU

Anúncio - Dra Marlene
Anúncio - Dr Antonio